Coluna 1

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Ceia de natal está mais cara esse ano

Faltando menos de uma semana para o Natal, a procura por produtos que contribuem para a Ceia Natalina aumentou consideravelmente na grande Belém, entre eles, as tradicionais frutas que compõem a mesa do dia 24 de dezembro, segundo pesquisa realizada pelo Dieese.

As frutas Importadas tão tradicionais, estão com os preços nas alturas pela elevação do dólar em relação ao mesmo período do ano passado. A saída para as donas de casa no sentido de barateamento da CEIA, seria a substituição parcial ou total das Frutas Importadas pelas Regionais/Nacionais, mas também estas, em sua grande maioria tiveram aumentos de preços bem acima da inflação  em relação a igual período do ano passado.

Os reajustes mais significativos nos preços médios das frutas regionais/nacionais nos últimos 12 meses foram observados os seguintes produtos: abacate (Kg) com alta de 72,54%; banana prata (Kg) com alta de 45,52%; maracujá (Kg) com alta de 23,59%; laranja pêra (Kg) com alta de 19,55%; abacaxi (Und.) com alta de 17,52%; goiaba-branca (Kg) com alta de 16,10%; manga rosa (Kg) com alta de 5,56%; melancia (Kg) com alta de 4,71% e da castanha do Pará S/C (Kg) com alta de 1,56%. 

Outros produtos como cupuaçu e o biribá também estão bem mais caros em relação ao mesmo período do ano passado.
Já as frutas importadas,  tiveram reajustes nos últimos 12 meses bem superiores a inflação estimada em 5,5% para o mesmo período.

É possível verificar que os paraenses terão dificuldade para montar a Ceia de Fim de Ano com produtos Verde e Amarelo, pois a grande maioria destas frutas, a exemplo das importadas, tiveram reajustes.
(DOL, com informações do Dieese)

Nenhum comentário:

Postar um comentário