Coluna 1

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Hospital Galileu com 120 leitos, é apresentado, por Jatene a deputados.

O governador Simão Jatene apresentou nesta quarta-feira (19), a 16 deputados estaduais, as instalações do Hospital Público Estadual Galileu, localizado na Rodovia Mário Covas, município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. 

Durante a visita, acompanhada também pelo prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, Simão Jatene informou que o hospital deverá ser entregue à população na primeira quinzena de março. O Galileu será um hospital de retaguarda para os hospitais Metropolitano de Urgência e Emergência, de Clínicas Gaspar Vianna e Abelardo Santos. 

Dos 120 leitos disponíveis, 30 serão destinados ao setor de cardiologia do Hospital de Clínicas; 40 para a clínica médica do Abelardo Santos e da UPA Belém (Unidade de Pronto Atendimento), seis leitos de semi-intensivo (destinados a pacientes já internados) e o restante para pacientes oriundos do Hospital Metropolitano, que darão continuidade ao tratamento de cirurgias ortopédicas e para retirada de pinos.

Heloísa Guimarães, secretária adjunta de Estado de Saúde Pública, explicou ao governador e aos deputados os procedimentos que serão adotados no novo hospital. Hoje, cerca de 300 pacientes aguardam cirurgia para retirada de pinos. "O Galileu, sem dúvida, será muito importante para dar o suporte necessário ao Metropolitano, liberando leitos e aumentando sua capacidade de atendimento", informou.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, disse que o hospital de média e alta complexidade oferecerá à população leitos qualificados. "Os pacientes terão aqui a continuidade do atendimento de excelência que têm no Metropolitano, no Hospital de Clínicas e no Abelardo Santos", afirmou.

O governador Simão Jatene enfatizou que uma das metas do seu governo é agregar mil novos leitos à rede pública de saúde do Estado. "Com o Galileu vamos disponibilizar mais 120 leitos, que se somam aos 400 da Santa Casa, aos 90 do Jean Bitar e aos outros que vamos inaugurar até o final do ano", afirmou, lembrando que o Pará foi um dos poucos Estados da Federação onde não houve perda de leitos nos últimos anos, em função dos hospitais regionais construídos em seu primeiro governo.

Simão Jatene ressaltou que o novo hospital não resolverá o problema da saúde no Estado, "mas, sem dúvida, dará mais um passo importante para melhorar o atendimento à saúde". Ele lembrou que o Galileu vai disponibilizar leitos para desafogar a grande demanda de outros hospitais, principalmente o Metropolitano. 

 Acompanharam a visita ao Galileu os deputados estaduais José Megale, Cilene Couto, Ana Cunha, Júnior Ferrari, Márcio Miranda, Pio X, Luzineide Farias, Tião Miranda, Zé Francisco, Sidney Rosa, Hilton Aguiar, Luiz Rebelo, Haroldo Martins, Raimundo Santos, Fernando Coimbra e Tetê Santos.

O procurador geral de Justiça, Marcos Antonio Neves, o diretor do Hospital Metropolitano, Paulo Czrnhak, e os diretores da OS Pro Saúde, Marcelo Bittencourt e Rogério Kuntz, também conheceram as instalações do novo hospital.
 (Agência Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário