Coluna 1

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Remo moverá ações em três esferas contra Mazola Júnior

Treinador do Paysandu disse que há um 'sistema armado para o Remo ser campeão paraense'.

Acusado pelo treinador do Paysandu, Mazola Júnior, de estar sendo favorecido por um 'sistema armado' para se tornar campeão paraense, o Remo está reunindo documentos para mover ações nas varas cível, criminal e desportiva contra o comandante bicolor.

O vice-presidente do Leão e advogado, Marco Antônio Pina - o Magnata - (de terno à direita na foto), contou que, entre os documentos esperados pelo Clube de Periçá, está o áudio da entrevista coletiva concedida por Mazola. 'Já solicitamos junto à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) o material da entrevista do treinador do Paysandu e devemos protocolar tudo até esta segunda-feira (26)', informou.

'Magnata' ainda fez questão de detalhar as ações e ressaltar que elas serão movidas contra 'a pessoa física do Mazola'. 'Não vamos fazer nada contra a instituição Paysandu. Nosso trabalho será contra o Mazola e contra as declarações dele, que vai ter que provar as acusações graves que fez', disse e completou: 

'Na vara cível, vamos pedir e reparação de danos morais, na criminal faremos uma queixa crime por conta da calúnia e na esfera desportiva vamos pedir um posicionamento da Procuradoria do TJD/PA (Tribunal de Justiça Desportiva do Pará) acerca do caso'.

Sobre a denúncia - também feita por Mazola - de que uma suposta irregularidade do Remo ao apresentar uma súmula faltando dois jogadores que foram titulares, 'Magnata' disparou: 'Ele não é juiz e nem advogado para saber se algo é legal ou não. O trabalho dele é só dentro de campo, é para onde ele deveria olhar mais'.
Carlos Fellip (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário