Coluna 1

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

ELEIÇÕES: Aécio Neves empata com Marina

A candidata à presidência da República Marina Silva, do PSB, está tecnicamente empatada com Aécio Neves, do PSDB. A constatação é da pesquisa ISTOÉ/Sensus promovida entre os dias 21 e 26 deste mês e divulgada neste final de semana.
De acordo com a pesquisa, Marina conta com 25% das intenções de voto e Aécio com 20,7%. Considerando a margem de erro que é de 2,2% para mais ou para menos, os dois candidatos estão tecnicamente empatados. Em pesquisa anterior, Aécio tinha 15,2% das intenções de voto e Marina, 29,5%. 

Essa informação confirma a disputa acirrada para chegar ao segundo turno. Nos últimos dias, vários institutos vinham apontando a queda nas intenções de voto para Marina e o crescimento de Aécio na disputa pelo primeiro turno. 

A pesquisa Datafolha divulgada ontem aponta para o aumento da preferência dos eleitores pelo candidato do PSDB na maioria das regiões do país. 

Dados do Ibope também confirmam a queda de Marina Silva e a ascensão de Aécio. Mais cedo, em coletiva na cidade de Osasco, em São Paulo, o candidato tucano comentou a boa fase da campanha.

Fala Senador, Aécio Neves
"Nós estamos mostrando que podemos não só vencer as eleições, mas fazer as mudanças. Nós temos time, nós temos projetos para o Brasil, nós temos coragem para enfrentar o grupo que está aí. Então, eu estou extremamente otimista. Chegou a hora da arrancada. Ela já começa a acontecer e, no dia 5 de outubro, nós estaremos no segundo turno." 

Ainda de acordo com o levantamento do Sensus, Aécio Neves teve um crescimento de 5,5 pontos percentuais nos últimos 30 dias, enquanto Marina Silva perdeu 4,5 pontos percentuais em menos de um mês. A pesquisa ouviu dois mil eleitores de 24 estados e aponta um significativo aumento no índice de rejeição da candidata do PSB. 

No começo de setembro, 22,3% dos eleitores declararam que não votariam em Marina. Na última semana, o percentual saltou para 33. O cientista político, Thiago Aragão, afirma que esta é uma semana decisiva para os dois candidatos.

Fala Cientista político, Thiago Aragão
"Essa pesquisa indica uma tendência nova frente às últimas pesquisas de outros institutos, quando eu pessoalmente avalio as pesquisas, eu avalio a média delas todas. Agora na última semana antes das eleições, antes do dia de votação geralmente é onde os indecisos se colocam de uma forma mais contundente, escolhendo um lado ou outro e essa semana onde os atos dos candidatos passam a ter um peso muito maior. Então, eu acredito que até quinta-feira o quadro de quem seria o candidato que disputaria com a Dilma o segundo turno ficaria muito mais claro."

A candidata Marina Silva não comentou a pesquisa.
Agência do Rádio - Reportagem, Monalisa Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário