Coluna 1

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Emater dá curso de beneficiamento da mandioca em Belterra

Quinze famílias agricultoras da comunidade Revolta, em Belterra, no oeste paraense, estão sendo qualificadas até  no curso de beneficiamento e processamento da mandioca, ofertado pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater). 
A expectativa é que as famílias passem a produzir vários produtos derivados do tubérculo, além da farinha. 

A qualificação é fruto de demanda apontada pela comunidade no diagnostico rural feito pela Emater com o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida e possibilitar o incremento na renda das famílias. A cultura do tubérculo é uma das bases da economia local, ao lado da fruticultura, voltada para a produção de polpas.
Agencia Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário