Coluna 1

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Emissão de segunda via do título eleitoral vai só até hoje

Termina hoje (25) o prazo para expedição de 2ª via do título de eleitor e para a quitação de multas eleitorais. Quem não o fizer nesta data, só poderá fazê-lo após o dia 11 de novembro, quando o serviço será retomado. O atendimento pode ser feito em qualquer cartório eleitoral do Estado.

Em Belém, o eleitor deve procurar a Central de Atendimento (CAE) com qualquer documento de identificação com foto. A CAE fica localizada na Travessa Pirajá, s/n, entre as avenidas Marquês de Herval e Visconde de Inhaúma, bairro da Pedreira. O atendimento vai das 8 às 13h.

“A 2ª via do título de eleitor não é mais obrigatória, já que no dia da votação basta apresentar um documento de identificação com foto. Porém, é importante pagar as multas porque a certidão de quitação eleitoral é obrigatória para quem pretende tirar documentos como o passaporte”, explicou a supervisora de atendimento da CAE, Luciana Souza.

Ela ressalta que quem tem multas eleitorais por ter faltado e não ter justificado ausência no dia das eleições, mas que está com o título eleitoral em situação regular, poderá votar normalmente. Porém, não poderá obter a certidão de quitação eleitoral.

Já quem teve o título de eleitor cancelado, poderá até quitar as multas neste período, mas não estará apto a votar nestas eleições. Este prazo encerrou em maio e só será reaberto no dia 11 de novembro. 

A procura pelo serviço em Belém tem sido pequena e não demanda muito tempo. A 2ª via do título de eleitor, por exemplo, é expedida na hora. Na CAE são 14 guichês de atendimento ao público.

Tribunal encerra preparação das urnas que vão para o interior do Estado
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) encerrou ontem a preparação das urnas que serão utilizadas neste primeiro turno nos municípios do interior do Estado. 

O prazo para o encerramento dos trabalhos nas mais de três mil urnas que serão usadas em Belém e em Ananindeua, os dois maiores colégios eleitorais do Pará, vai até domingo, 28. Nesta etapa são incluídas nas urnas as informações sobre votação. Este ano, serão utilizadas 19,5 mil urnas em todo o Estado.

O coordenador de logística do TRE, Eduardo Jorge, explica que o trabalho de preparação das urnas é realizado em três etapas. A primeira, concluída na semana passada, é a geração das mídias, quando foram inseridas no sistema as informações referentes aos partidos políticos e coligações; candidatos; eleitores; seções com as respectivas agregações e mesas receptoras de justificativas.

Agora, estas mídias estão sendo introduzidas nas urnas que serão usadas no pleito e depois de concluído este processo cada equipamento será lacrado. Mais de 2 mil profissionais, entre servidores do TRE e contratados, estão trabalhando nesta etapa.

“A gente já deixa as urnas prontas para serem utilizadas no dia da votação. Elas ficarão armazenadas nos cartórios até o dia da distribuição das urnas para as seções eleitorais”, afirmou.

As urnas já estão sob a responsabilidade das 104 zonas eleitorais existentes no Estado e a distribuição delas para os locais de votação começa na próxima quinta-feira. No caso das urnas de Belém, o trabalho está sendo executado no Depósito de Urnas de Ananindeua e a distribuição começa a ser realizada na véspera do pleito.

Das 19,5 mil urnas que serão usadas nestas eleições, em torno de 15% serão reservada para situações de emergência, caso alguma dê pane na hora da votação. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário