Coluna 1

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Santarém e região receberão 600 militares nas eleições

O esquema de segurança para as eleições em Santarém e alguns municípios da região contará com o efetivo de 600 policiais militares, no dia 5 de outubro, data da votação. 

A ação, coordenada pela Justiça Eleitoral, terá o apoio das polícias federal e civil, além de órgãos como Detran e Secretaria Municipal de Meio de Ambiente (Semma) e pretende coibir crimes eleitorais.

De acordo com o comandante do Batalhão da Polícia Militar (3º BPM), tenente coronel, André Carlos, apesar do efetivo já ter sido definido, ainda será realizado o planejamento de como os militares devem atuar. “Vamos trabalhar com a prevenção de crimes, mas ainda teremos reunião com os juízes eleitorais para saber exatamente quais crimes vamos coibir. 

A princípio posso dizer que um deles, e o principal, é a questão da ‘boca de urna’ que é um crime eleitoral”, afirma.

Cerca de 450 policiais vão ficar em Santarém e o restante vai ser distribuído entre os municípios de Mojuí dos Campos, Belterra, Faró, Almeirim e outros. O envio dos militares para as localidades será no dia 3 de outubro.

O município de Óbidos está cogitado como um dos que vão receber apoio de tropas federais do exército brasileiro. Santarém não receberá este apoio, pois segundo o tenente coronel, essas eleições não movimentam muito a cidade. 

“Eleição para governador não tem tantas denúncias quanto eleições municipais para prefeito, vereadores. Nós esperamos que as eleições sejam tranquilas na cidade”, conclui o comandante André Carlos. (G1 Santarém)

Nenhum comentário:

Postar um comentário