Coluna 1

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Morre mulher de Adriana Calcanhoto

Morreu ontem, aos 74 anos, a atriz e cineasta Suzana de Moraes, filha mais velha de Vinicius de Moraes. Suzana estava internada desde o dia 5, em uma clínica no Rio de Janeiro. Segundo a assessoria de imprensa da clínica, ela lutava contra um câncer de útero. 
A cineasta foi companheira por mais de 25 anos da cantora Adriana Calcanhoto, com quem oficializou um casamento em 2014. Reservada sobre sua vida pessoal, Adriana falou sobre seu relacionamento com Suzana no Programa “Mais Você”, da TV Globo, em setembro.

“São 25 anos. Dou muita força para ela diariamente”, comentou. A cantora faria show em março no Theatro Net, mas adiou sua apresentação.Como atriz, Suzana participou de produções como “O gigante da América”, de Júlio Bressane, de 1978, e da série “Véu de noiva”, exibida pela TV Globo em 1969.

A última atuação dela foi no filme “Perfume de Gardênia” (1992), de Guilherme de Almeida Prado. Como diretora, assumiu os shows “Adriana Partimpim Ao Vivo” e “Adriana Calcanhoto - Público”, de sua parceira.

Produziu o documentário “Vinícius de Moraes - Quem Pagará o Enterro e as Flores Se Eu Me Morrer de Amores” e, em 2013, lançou uma nova versão para “A Arca de Noé”, clássico infantil de seu pai. Mais velha dos cinco filhos do poetinha, Suzana nasceu do primeiro dos nove casamentos do músico, com a jornalista Tati de Moraes.

Foi uma das principais responsáveis pelo espólio do pai, reunindo os irmãos Pedro, Georgiana, Luciana e Maria em torno da obra de Vinicius, e comandando as homenagens a ele em seu centenário, em 2013.Sem saber o que fazer da vida na juventude, Suzana decidiu ser atriz depois de receber os conselhos de Tônia Carrero.

Eleita “certinha do Lalau” por Stanislaw Ponte Preta em sua coluna no “Última Hora”, da década de 1960, casou-se sete vezes, a primeira aos 19 anos, com Rodolfo, 20 anos mais velho, diplomata amigo de Vinicius, e pai de seu filho Paulo.
(Folhapress)

Nenhum comentário:

Postar um comentário