Coluna 1

terça-feira, 14 de abril de 2015

Veja como fazer corretamente o rodízio de pneus

Está no manual do veículo, mas poucos fazem: o rodízio garante mais tempo de uso para os pneus do carro - e até economiza combustível. Depende de cada fabricante, mas, em geral, a troca deve ser feita a cada 10 mil quilômetros rodados ou de 6 em 6 meses, diz Anderson Leal, gerente da Excelsior Pneus.

"Os pneus da frente são os que tracionam, viram e freiam. Os de trás não sofrem nada disso", explica. Então, a troca em paralelo (o pneu de trás da direita vem para a frente da direita e vice-versa) - a mais comum - serve para garantir um desgaste por igual das peças e aumentar a vida útil dos pneus. Isso muda no caso de carros com tração 4x4 ou o desenho do pneu. Por isso é importante procurar uma empresa especializada.

O rodízio vai sendo feito no prazo estabelecido até que chega a hora da troca definitiva dos pneus. Mas é importante lembrar que, a cada mudança, deve ser feita a geometria e o balanceamento do veículo. "Isso garante que os pneus ficarão sempre alinhados", diz.
msn

Nenhum comentário:

Postar um comentário