quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Frankfurt: Nissan exibe SUV inspirado em esportivos

A Nissan exibiu ontem (15) o conceito Gripz, uma das estrelas da marca no Salão de Frankfurt, na Alemanha. De acordo com o site inglês Autocar, o protótipo com porte de SUV e traços inspirados nos esportivos da marca poderá dar origem a uma versão de produção.

Expectativa de mercado
Caso chegue ao mercado, o Gripz deverá atuar no mesmo segmento do Juke - podendo ficar na mesma faixa de preço, ou ligeiramente acima. Em entrevista, Philippe Klein, chefe de planejamento de produto da Nissan disse que o modelo é um estudo de mercado.

“O conceito explora as diferentes tendências do mercado. Os SUVs e crossovers já temos produtos, fortes, mas as pessoas ainda buscas um carro dinâmico e esportivo”, explica o executivo. Lançando mão de um desenho que remete aos modelos Juke e 370Z, o protótipo adota uma configuração 2+2 - com dois assentos menores na segunda fileira.

Desenho
De acordo com a Nissan, o Gripz é ligeiramente menor do que o Juke em comprimento e em altura, mas tem mais largura e distância de entre-eixos do que o “irmão” em produção. O visual remete aos mais recentes lançamentos da marca, com faróis em formato de bumerangue e grade em “V”.

O conjunto frontal é semelhante ao do conceito Kicks, apresentado no Salão de São Paulo no ano passado, que dará origem a um novo SUV e é esperado para o ano que vem, enquanto a silhueta remete aos modelos 350Z e 370Z. Segundo a fabricante, o carro de rali Datsun 240Z, que competiu no East African Safari Rally em 1971 também serviu de referência.

Por fora
A carroceria do Gripz une detalhes típicos de carros-conceito, como as rodas aro 22, os faróis minimalistas e as quatro portas - sendo duas delas suicidas na traseira - sem maçaneta ou retrovisores externos. O teto de queda suave termina na tampa traseira elevada, que faz conjunto com as lanternas que avançam pelas colunas.

Na cabine
O interior do conceito repete as cores utilizadas na carroceria e emprega detalhes como o volante de três raios que remeto à peça utilizada nos modelos clássicos de competição. Segundo a fabricante, a cabine também tomou como inspiração as bicicletas e alguns dos acabamentos de couro são removíveis, para viabilizar a personalização.

Conjunto mecânico
O protótipo adota um conjunto híbrido, baseado em motores elétricos para movimentar as quatro rodas, enquanto um propulsor a combustão tem como função recarregar as baterias. De acordo com o site Autocar, a versão de produção do Gripz poderá ser feita sobre a mesma plataforma modular que dará origem às próximas gerações dos modelos March e Juke, podendo ter tração dianteira ou integral. (msn/Veículos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário