quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Qualidade de Vida: Alface ajuda a dormir e facilita a digestão, dentre outras Propriedades Terapêuticas.

Rica em vitaminas A, C, E e K, e recheada de várias outras vantagens nutricionais a alface não tem praticamente nenhuma caloria. Em geral, uma porção de 50 g de alface tem menos de 10 calorias, menos de 2 g de carboidratos e zero de gordura - a alface americana está entre as menos calóricas.
Ela também fornece minerais com zinco, potássio, magnésio e ferro, vitaminas fundamentais, respectivamente, para a visão; o combate aos radicais livres; a proteção contra doenças crônicas não transmissíveis, como o câncer; e a cicatrização.

Já os minerais contribuem para o metabolismo de proteínas, carboidratos e gordura; o equilíbrio eletrolítico (quantidade de sódio, potássio e cálcio), que garante o bom funcionamento muscular; a formação das células do sangue; a prevenção de anemia, nessa ordem. Especialmente as de cor roxa e verde intenso fornecem também pró-vitamina A ou betacaroteno, além de maiores quantidades de vitaminas C e E e clorofila.

Além disso, a alface como a maior parte dos vegetais folhosos, é rica em fibras, as quais garantem saciedade, melhoram o trânsito intestinal, e, com isso, o bom funcionamento deste órgão, o que permite a maior absorção de nutrientes fundamentais para a saúde da pele. 

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
A alface tem as seguintes propriedades: sedativa, sonífera, aperitva, laxante, alcalinizante e remineralizante. Suas indicações são: Transtornos funcionais do sistema nervoso, como nervosismo, estresse ou tensão psíquica e ansiedade. O consumo habitual de alface produz uma suave e imperceptível sedação, já que aporta vitaminas do grupo B necessárias para o bom equilíbrio nervoso.

Insônia: Para isso se recomenda ingeri-la à noite, em boa porção, e de preferência como prato único.

Transtornos digestivos: Ingerida antes dos outros alimentos, a alface tonifica o estômago e facilita a digestão.

Prisão de ventre: Facilita o trânsito intestinal por seu conteúdo em fibra e sua boa digestão.

Obesidade: A alface produz uma sensação de saciedade e fornece poucos calorias. Também contribui para reduzir o nervosismo ou ansiedade pela comida que, com frequência, acompanha a obesidade.

Diabetes: A alface é um dos alimentos mais pobres em carboidratos, de modo que os diabéticos podem consumi-la sem restrições.
Como os outros vegetais verdes folhosos, ela contém ácido fólico, que atua na síntese dos neurotransmissores como a serotonina, dopamina e noradrenalina, que, quando estão na quantidade certa no nosso cérebro, ajudam a regular as sensações de ansiedade. 

Além disso, ela também ajuda na produção de aminoácidos no nosso corpo, e muitos deles atuam nesses hormônios importantes para o bem-estar emocional.

Como é um vegetal que se come cru, não sofre o processo de cozimento que lhe tiraria propriedades. Contém uma boa quantidade de ferro, o que ajuda a combater a anemia. Recomenda-se consumi-la também quando se sofre de estados gripe os resfriados, já que fortalece as vias respiratórias.

Tem propriedades analgésicas e acalma dores musculares.
Tem antioxidantes o que contribui a diminuir o envelhecimento celular, melhora os níveis de colesterol e ajuda à circulação.É ideal para as pessoas diabéticas já que regula os níveis de açúcar no sangue.

Além de ter propriedades digestivas, combate problemas de flatulências, já que atua como um agente antinflamatório muito efetivo em casos de inflamação abdominal.É de grande ajuda em casos de retenção de líquidos e cálculos renais.

Essa verdura tem um trunfo quando o assunto é ansiedade, graças a uma substância chamada lactucina, um composto com efeito calmante e relaxante que ajuda até mesmo em casos de insônia. Você pode encontrá-la principalmente quando consome o talo do alimento.

NA ESTÉTICA
Na estética, máscaras e compressas de alface reduzem o inchaço e a irritação da área dos olhos e servem como calmante e purificante da pele. Para purificar e acalmar a pele, basta picar a alface, adicionar algumas gotas de azeite de oliva , duas colheres de sopa de iogurte. 

Usar como máscara facial, que deve ser espalhada sobre uma gaze (não espalhada diretamente sobre o rosto), e então colocar no rosto por um período de 30 minutos.
Para irritação nos olhos, basta amassar as folhas de alface até virar uma papa, e usar como compressa. O chá das folhas da alface fervidas funcionam tanto como calmante quanto regulador do intestino. 
(DOL com informações do sites M de Mulher e Viva Saúde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário