quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Lançada a programação dos 400 anos de Belém

Início será no dia 10 de outubro, logo após o Círio Fluvial, com várias ações. A festa dos 400 anos da fundação da Cidade de Belém teve sua programação oficial lançada ontem à noite pelo prefeito Zenaldo Coutinho, no Pólo Joalheiro, no bairro do Jurunas, e começará já no próximo dia 10. A programação traz entre atrações variadas a possibilidade de instituições e empresas participarem dos festejos da data, patrocinando eventos e também adotando monumentos e logradouros da capital paraense, entre outras ações. 

O lançamento reuniu autoridades, membros da Comissão Belém 400 anos, que organizou a programação comemorativa, e convidados. Durante o evento, na presença do governador em exercício Zequinha Marinho, foi distribuído o Guia de Eventos, pins e adesivos, e apresentada a logomarca dos 400 anos. Adesões e informações à programação em 3084-0715/0701 e contatos comitebelem400@gmail.

De acordo com o Guia de Eventos, no dia 10 de outubro, às 9 horas, no Ver-o-Peso, haverá apresentação pública e distribuição do Calendário Belém 400 Anos, de atividades e obras; divulgação da marca Belém 400 anos; acionamento de painel de contagem regressiva para o aniversário da cidade, na Praça Dom Pedro II; apresentação do projeto do monumento alusivo aos festejos Belém 400 Anos, a ser construído na Praça dos Estivadores; e um Banho Cheiroso na passagem do Círio Fluvial. No dia 17 será aberto o III Festival do Açaí - O Sabor de Belém, no Portal da Amazônia. Haverá evento gastronômico e folclórico de Belém no pavilhão do Brasil na Expô Milão, na Itália, no dia 30 de outubro. 

No dia 21 de novembro serão lançados os projetos Minha Rua e Placas Informativas sobre pontos turísticos da cidade, às 9 horas, na Praça do Relógio. De 27 a 29, no Portal da Amazônia, às 20 horas, ocorrerá o Festival do Treme 2015, com 12 aparelhagens e 15 bandas de tecnobrega e saudade. Em dezembro, entre outras atrações, haverá festas de reveillon em Belém, Ilha do Mosqueiro, Icoaraci e Outeiro. Para janeiro, mês do aniversário de Belém - 12 de janeiro - já estão programados relançamento do livro “Belém do Grão-Pará”, de Augusto Meira Filho; show musical sobre o poema “A Cabanagem”; encerramento dos 400 dias de orações, com abraço simbólico à cidade; arte grafite nas ruas de Belém; passeio ciclístico.

No dia 12 de janeiro haverá a Grande Alvorada, com badalar de sinos de igrejas, bandas tocando em bairros e salva de fogos; missa na Catedral Metropolitana; edição comemorativa do Diário Oficial do Município; evento Parabéns, Belém!, no Ver-o-Peso; inauguração de monumentos e placa comemorativa; exposição de artes plástica no MABE; inauguração do Colégio Militar; culto evangélico na Igreja Universal do Reino de Deus; solenidade oficial de comemoração dos 400 anos, no Hangar; show Juventude 400 Anos; apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz; Show Popular Belém 400 anos, no Portal da Amazônia; passeio de balão a gás com direito à poesia, no Portal da Amazônia; torneio de atletismo; pré-carnaval no Portal da Amazônia e distritos e carnaval na Aldeia Cabana. 

HISTÓRIA
“Os 400 anos de Belém é toda a nossa história, a vida de tanta gente que passou aqui, fez parte da história da nossa cidade e ajudou a construir essa Capital da Amazônia. Imagine os pioneiros quando chegaram, adentrando a floresta, os rios e compuseram essa cidade extraordinária, bonita, exótica, com temperos maravilhosos, uma população eclética, muito calorosa em termos de acolhida. 

E também uma cidade com desafios muitos grandes para a gente superar, com profundas injustiças que existem nessa cidade. Portanto, caminharmos para os 400 anos é um marco histórico e nós devemos reafirmar o amor por essa cidade, reafirmar tudo da nossa história, do que a gente construiu, e apontar para um futuro promissor, um futuro de mais construções de mais qualidade de vida”, afirmou o prefeito Zenaldo Coutinho, ao lado da vice-prefeita Karla Martins. 

Como disse o gestor municipal, a Prefeitura de Belém está, em parceria com instituições civis, religiosas e militares, com um cronograma de eventos estaduais, nacionais e internacionais que ocorrerão neste período. “E associado a isso temos uma agenda de obras que mudam e melhoram a qualidade de vida da nossa cidade”. 

O vice-governador Zequinha Marinho destacou que “neste momento de quatro séculos de história, a sociedade precisa dar as mãos para fazer uma celebração à altura dessa grande metrópole, que é Belém”. “Não é todo dia que você vê uma cidade completando uma data como essa. E o Governo do Estado participa dessa festa juntamente com todos unidos e que amam esta terra “, completou.

“Esta é uma oportunidade que Belém ganha para redescobrir a sua história de matriz cristã e, a partir dessa história, construir um futuro promissor”, afirmou o padre Ronaldo Menezes. 

Durante o lançamento da programação dos 400 anos de Belém foram apresentadas algumas das obras feitas pela Prefeitura de Belém: o BRT Augusto Montenegro, revitalização da Praça dom Alberto Ramos, na Marambaia; pavimentação asfáltica e saneamento em bairros e distritos; aquisição de ônibus e lanchas escolares; reforma de escolas; implantação de coleta seletiva de lixo; cursinho pré-vestibular e construção de novas unidades de saúde. No evento de ontem, funcionaram dois totens da Cinbesa/PMB com o aplicativo Ver Belém e informações sobre a capital paraense.

Entre os participantes da festa dos 400 anos de Belém, entre os quais figura o Governo do Estado e outras instituições, a Associação Comercial do Pará (ACP) formalizou adesão ao projeto da Prefeitura de Belém, por meio da ação Mercadores de Sonhos. “Este projeto é uma exposição itinerante sobre os quase 200 anos da ACP que vai ter seu primeiro momento na Pará Negócios, de 5 a 8 de novembro, no Hangar, com a participação do prefeito.
 (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário