segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Na contramão da crise, Pará segue gerando emprego e renda

Mesmo em meio a um cenário de crise vivido pelo país, o estado do Pará vem se destacando na geração de emprego e renda.  Nos município de Paragominas, nordeste do estado, o governo deu mais um passo nesse processo. Simão Jatene acompanhou a inauguração de três empresas que receberam incentivos fiscais do governo do Estado: ForteFrigo, Bauhaus Móveis e a Termoelétrica da Floraplac. A implantação dessas fábricas vai gerar centenas de postos de trabalho na região e fomentar a economia local.

‘Nossa intenção ao garantir subsídios para que essas empresas se instalem em nosso Estado é manter a geração de emprego e renda, fortalecendo a nossa economia e dando dignidade a nossa gente. Mesmo em tempos de crise estamos conseguindo manter nossas contas e nosso desenvolvimento, e é assim que vamos seguir. Faremos de tudo para que esse Estado continue no caminho certo, pois escrevemos o nosso futuro a cada dia’, afirmou Simão Jatene.

O frigorífico é o primeiro do Pará a trabalhar com carne suína. Os cortes vendidos atualmente no estado vinham do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com Murilo Zancaner, proprietário da ForteFrigo, a expectativa é ampliar as vendas e a oferta de emprego na região. ‘Começamos nossa atividade gerando cerca de 200 empregos, mas a perspectiva é de 300, já que posteriormente vamos dar início à etapa de industrialização, com a produção de presunto, linguiça e bacon, entre outros. Vamos trabalhar também integrados aos pequenos produtores que vão fornecer esses animais, e tem ainda a questão da produção e transporte de ração’, afirmou o empresário.

As empresas instaladas no município também estão investindo em tecnologia. Para o melhor desenvolvimento das suas atividades, a fábrica de móveis Bauhaus adquiriu um equipamento de ponta que faz o contorno e recorte das peças em poucos segundos. ‘Essa é uma máquina importada da Itália e existem poucas unidades no Brasil. 

Esta é primeira da Região Norte, ela trabalha em qualquer ângulo e em qualquer raio, dando mais agilidade e qualidade para a nossa produção’, explicou o empresário Odilon Belesi, que presenteou o governador Jatene com uma tábua de churrasco feita em apenas 32 segundos.

Além de incentivar a especialização da mão de obra local, que está sendo capacitada para operar máquinas de alta complexidade, esse tipo de tecnologia vai trazer maior dinamismo à produção. ‘Daqui a dois meses vamos começar a operar nosso Centro de Distribuição, ao lado da fábrica, cuja área tem cerca de 3.000m². Com isso vamos gerar mais 100 empregos, totalizando 200 até julho de 2016", adiantou Odilon Belesi Jr., diretor da empresa.

Sustentabilidade – Paragominas possui um polo moveleiro afinado com a questão da sustentabilidade. A fábrica de MDF Floraplac também está engajada nesse proposito. A madeira utilizada na linha de produção da empresa é toda plantada para este fim e, a partir de agora, os resíduos de corte e serraria serão utilizados em sua termoelétrica, inaugurada neste sábado. 

‘Temos a honra de instalar essa primeira termoelétrica com capacidade de gerar energia de baixo custo. A capacidade produtiva é de 21mw/h, sendo que o excedente não utilizado poderá ser consumido pelo mercado externo. Nossa intenção é aumentar a produção de MDF para 540 mil m³, com investimentos em maquinário vindo da Alemanha’, revelou o diretor da Floraplac, Vitório Sufredini. A conclusão deste projeto está prevista para o primeiro semestre de 2017 e deverá gerar 1.500 empregos diretos e outros 4.000 indiretos.

Cooperação – Durante a visita às instalações da futura fábrica da Maq Móveis, o governador foi recepcionado por crianças e adolescentes atendidos pelo Pro Paz, indígenas da etnia Tembé e pela orquestra municipal. Na oportunidade, Jatene selou compromisso com a prefeitura, instituições ligadas ao desenvolvimento da pecuária e indústria e com o empresariado para a implantação de duas fábricas - uma de tintas e outra de descartáveis -, um call center, além de uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae-PA) para prestar consultoria e capacitação aos investidores locais para a busca de mercado com foco na revitalização e desenvolvimento do polo moveleiro,.

‘Esses três empreendimentos são sinônimos de geração de emprego e renda para a população, bem como de divisas para o Estado e município. Esse compromisso para a instalação das fábricas de tintas e descartáveis e também do call center devem gerar muito mais vagas de emprego e, nesse sentido, todos ganham’, explicou o prefeito de Paragominas, Paulo Tocantins. Durante a assinatura, também houve a entrega simbólica de 15 jogos de carteira e mesa escolar para a biblioteca pública municipal, ofertada pela Maq Móveis.

Outro importante compromisso selado com o governo foi o protocolo de intenções que deverá multiplicar as ações da Pecuária Verde, implantada no município, para todo o estado. O projeto busca um modelo sustentável para a atividade. ‘O objetivo é promover mudanças no uso das áreas de pastagens já existentes e intensificar a sua utilização para que tenham mais produtividade, evitandoo desmatamento. 

Mudanças que sejam socialmente justas, ecologicamente corretas e economicamente viáveis’, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachki. 

As modificações no setor melhoraram o tempo para execução do trabalho, diminuíram o risco de acidentes e garantiram maior produtividade e lucratividade aos investidores, além da redução de custos dos produtores.genuinamente brasileira, a UHE Tucuruí, responsável pela produção de 10% da energia do Brasil e também o maior gerador de renda da região.
Lidiane Sousa - Secretaria de Estado de Comunicação
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário