terça-feira, 27 de outubro de 2015

Polícia investiga participação de PMs em assassinato

O secretário de Segurança Pública do Pará, Jeannot Jansen, disse em entrevista coletiva na madrugada de hoje terça-feira (27), que é 'prematuro afirmar a participação de agentes (da Polícia Militar)' no assassinato de Jaime Tomas Nogueira, conhecido como 'Pocotó', suspeito da morte do policial militar Vitor Cezar de Almeida Pedroso no último domingo (25).

Jeannot Jansen disse que apesar de considerar cedo para falar em revide por parte de policiais militares esta é uma das linhas de investigação adotada pela Polícia Civil, que já começou a investigar o crime. 'Qualquer conclusão agora é precipitada, e seria um erro', disse. Jansen ressaltou que a secretaria não vê ligação entre o assassinato e a atuação de milícias.

PM é o 19º a morrer em 2015
De acordo com a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Pará, Vitor Cezar de Almeida Pedroso é o 19º policial militar a ser assinado no Estado em 2015. Deste total, 15 PMs foram mortos nos últimos 60 dias. O presidente da associação, cabo Francisco Xavier, diz que a entidade tem cobrado do comando da Polícia Militar medidas efetivas para melhorar as condições de trabalho dos PMs e aumento do número de policiais para servir a população. 

Em nota oficial, a Polícia Militar informou que tem trabalhado na formação continuada para policiais com a participação de cerca de 3 mil PMs em cursos de capacitação, inclusive fora do Estado; renovação da frota da corporação em 2015; reforma, reestruturação e construção de espaços físicos para o efetivo policial na capital e no interior; aumento nas gratificações pagas aos PMs; promoção de 5 mil policiais e garantia de progressão funcional ao efetivo. 
Ainda segundo a nota, o efetivo atual da corporação conta com 16 mil policiais na ativa.
ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário