terça-feira, 20 de outubro de 2015

Premiação, música e esporte motivam funcionários do Estado na Semana do Servidor

Para celebrar o Dia do Servidor Público (28 de outubro), o governo do Estado programou alguns eventos como a IV Corrida e Caminhada do Servidor, que serão realizadas no dia 25; e o Servifest - Festival de Música do Servidor Público do Estado do Pará. As inscrições para o concurso que vai premiar a melhor música, o melhor intérprete e o melhor arranjo, com seis mil reais em dinheiro, começaram no dia 28 de setembro e encerram no dia 6 de novembro. 

Podem participar servidores públicos estaduais e servidores dos municípios de Ananindeua, Bujaru, Santa Bárbara do Pará, Barcarena, Castanhal, Santa Isabel do Pará, Inhangapi, Santo Antônio do Tauá, Benevides, Abaetetuba e Marituba.

Mas a programação que chama mais atenção é a premiação do “Servidor Nota 10”. Organizada pela Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), a entrega da premiação será dia 27 de outubro, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. 

Com o “Servidor Nota 10”, o governo do Estado homenageia o funcionalismo público, premiando os funcionários que se destacam pela assiduidade, disciplina, iniciativa, produtividade e responsabilidade. “Quando a gente discute valorização profissional, estamos, sem dúvida, criando um estímulo para a qualificação do nosso servidor”, reforça Ruy Martini, diretor geral da Escola de Governança.

Na solenidade de premiação do Servidor Nota 10, os eleitos de cada órgão/entidade serão premiados com uma medalha alusiva ao concurso, um certificado assinado pelo governador Simão Jatene e um cheque simbólico no valor de R$ 1.000,00. Após a homenagem, haverá ainda um sorteio que irá definir o Servidor Nota 10 do Estado, a quem será entregue um cheque no valor de R$ 20 mil. Para disputar o prêmio, os servidores se inscreveram espontaneamente ou foram indicados pelo órgão/entidade para o qual trabalham.

Perfil - Os servidores escolhidos para concorrer à premiação geral já se sentem vitoriosos com a indicação. “Fico feliz em ter sido escolhida. Fazer parte desta família me enche de orgulho. Espero continuar sempre correspondendo às expectativas e, claro, ganhar o prêmio principal’’, comenta Lucila Figueiredo Cardoso, servidora do Hemopa há 28 anos e eleita a “Servidora Nota 10’’ do hemocentro em 2015.

Outra concorrente é a pernambucana Maria das Graças Rabêlo, que casou com um paraense e veio morar em Belém há 30 anos. Ela trabalha na Companhia de Habitação do Pará (Cohab) e é conhecida por seu inconfudível sotaque nordestino e pelo seu jeito comunicativo e extrovertido. Atualmente, ela gerencia a Assessoria de Licitação e Contratos e destaca que durante sua trajetória profissional o serviço mais relevante que desenvolveu foi a certificação ISO 9001, ocorrida em 2003, quando era representante da direção da Companhia.

Maria das Graças não esconde sua empolgação em disputar o prêmio. “É um reconhecimento como servidora desta companhia. Candidatei-me incentivada pelos colegas de trabalho e, se Deus quiser, vou ganhar essa premiação”, disse otimista. Vale salientar que na avaliação de desempenho da Cohab deste ano, Graça obteve a maior pontuação, o que serviu de incentivo para que ela se submetesse ao concurso da EGPA.

Mesmo quem não disputa nenhum prêmio, comemora o trabalho como servidor público. É o caso do bibliotecário Iran Almeida. Servidor do Estado há 37 anos, ele já atuou na Secretaria de Estado de Administração (Sead), Fundação Tancredo Neves e hoje é coordenador do Núcleo de Controle Interno da Escola de Governança. 

“Não é a toa que não somos mais chamados de funcionários públicos. O servidor é aquele que serve a quem paga seus impostos. A nossa prioridade é atender bem à sociedade, cumprindo esse compromisso com zelo e dedicação”, explicou.
Syanne Neno - Secretaria de Estado de Comunicação
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário