quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Sespa e Vivo promovem ação conjunta para o combate à Doença de Chagas em Santarém

A Telefônica Vivo e a Secretaria de Estado assinaram nesta quinta-feira, 8, um Termo de Cooperação e Adesão ao projeto que tem como objetivo alertar a população sobre o perigo da transmissão da Doença de Chagas pela ingestão do açaí que não tenha sido higienizado corretamente.
A assinatura do Termo, realizada no 9º Centro Regional de Saúde, reuniu o gerente Territorial da Telefônica Vivo para Santarém, Marcelo Moda Cunha, e a diretora da Regional de Saúde do município, Mara Lucia Moraes dos Santos. A empresa enviará, gratuitamente, 200 mil torpedos (SMS) para sua base de clientes no DDD 93 com orientações sobre os cuidados para prevenir a doença.

A mensagem tem tom de alerta: “Açaí seguro e gostoso só após higienização por água quente a 80ºC por 10 segundos. Assim evita doença de Chagas. Cheque antes de adquirir. 93 3064-9667 SESPA e VIVO”.

“A iniciativa reforça o posicionamento da companhia de utilizar os recursos disponíveis para sensibilizar e mobilizar a sociedade em assuntos de grande relevância, oferecendo instrumentos próprios para ampliar a abrangência da comunicação”, comenta a Relações Institucionais da Telefônica Vivo, Olenita Paes Barreto. Somente este ano, foram registrados 67 casos da doença no Pará. 

Em 2014 foram 156 ocorrências e 133 registros confirmados. A parceria beneficiará também os clientes do DDD 93, com envio do alerta em 8 de outubro, e do DDD 94 em 12 de novembro. (Agência Pará de Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário