quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Balança Comercial do Pará tem saldo positivo de US$ 833,4 milhões

A balança comercial paraense contabilizou saldo positivo de US$ 833,4 milhões no mês de outubro deste ano. O resultado, divulgado nesta quinta-feira, 26, é do Informe Técnico do Comércio Exterior Paraense, produzido pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) em parceria com a Federação das indústrias do Estado do Pará (Fiepa).

Na análise do acumulado do ano, a balança comercial do Pará teve saldo de US$ 7,8 bilhões entre os meses de janeiro a outubro de 2015, sendo que nas exportações o Pará contabilizou o saldo de US$ 8,6 bilhões e cerca de US$ 824 milhões nas importações.

Esse desempenho favoreceu para que a posição do estado permanecesse inalterada no ranking nacional de saldo da balança, com Minas Gerais em primeiro, Mato Grosso em segundo e o Pará em terceiro.

Em relação aos produtos exportados pelo estado, os de base extrativa vegetal tiveram destaque. A castanha-do-pará, por exemplo, obteve crescimento de 83,54% no valor exportado em outubro, tendo como principais destinos Estados Unidos, Alemanha, Itália e Letônia.

Na base agrícola o produto a pimenta-do-reino registrou alta de 10,63%, sendo demanda principalmente pelos mercados norte americano e alemão. No acumulado do ano, tanto a castanha-do-pará quanto a pimenta do reino obtiveram incrementos de 450,4% e 19,6% no valor das exportações, nessa ordem.

Para ter acesso ao Informe Técnico do Comércio Exterior de 2015, clique aqui .
Quanto às importações, o Pará contabilizou US$ 62,555 milhões em outubro de 2015, sendo o hidróxido de sódio, a chamada soda cáustica, proveniente dos EUA, além do diidrogeno-ortofosfato de amônio oriundo de China e Marrocos os produtos de maior valor demandado pelo estado, US$ 10,477 milhões e US$ 7,123 milhões, respectivamente.

No rol de produtos que apresentaram maior variação positiva foram os aparelhos para filtrar e depurar gases procedentes da Itália, que saltaram de US$ 104,00 em outubro de 2014, para US$ 2,231 milhões em outubro deste ano.
Helen Barata - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário