terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Dupla armada ateia fogo em ônibus na PA-370, em Santarém

Um ônibus foi incendiado por volta das 21h30 de ontem segunda-feira (30) na PA-370, bairro Mararu, em Santarém, oeste do Pará. Segundo o motorista do coletivo, dois homens armados e com galões de gasolina entraram no coletivo e atearam fogo depois que colocaram ele e o cobrador para fora do veículo. Ninguém ficou ferido.

O veículo fazia a linha para a comunidade Estrada Nova e seguia na rodovia sentido cidade, quando os dois homens fizeram sinal para pegar o transporte. No momento do ataque não havia passageiros no ônibus. 'Segundo o motorista, que veio comunicar o fato, dois indivíduos entraram com armas inibindo ação do motorista e do cobrador, os colocaram para fora do veículo e atearam fogo sem nenhum anúncio de assalto, apenas para danificar o ônibus. 

Não levaram nada, inclusive os próprios pertences do cobrador e do motorista foram danificados pelo fogo, foi tudo rápido. Um [dos criminosos] entrou pela frente e outro por trás e derramaram gasolina ou outro inflamável e atearam fogo no ônibus', informou o escrivão de Polícia Civil, Hitamar Santos.

O motorista do ônibus, Armando Silva, contou que os criminosos chegaram a disparar tiros contra ele. 'Eu pedindo, 'cara não atira, não atira não' e eu querendo ao menos pegar minha bolsa com os meus documentos, mas não consegui. Aí eu escorreguei e sujou minha mão de gasolina, que eles estavam jogando gasolina em tudo para atear fogo, aí ele me chutou e atirou bem na hora que eu ia correndo', relatou.

Após atearem fogo no veículo, os criminosos fugiram e a motivação do crime ainda é desconhecida. 'Não conseguimos entender o que levou a essa barbaridade. O ônibus estava rodando sem nenhum problema. Inclusive perguntei ao motorista e ao cobrador se eles estavam com algum caso que incomodasse alguém ou tivesse tido alguma briga durante o turno de serviço deles. 

Eles falaram que não tiveram nada, não tiveram nenhum problema com nenhum passageiro. É uma coisa surreal, é o tipo de coisa que parece que foi encomendada porque já vieram com a intenção de atear fogo no ônibus', disse o proprietário da empresa de ônibus, Mauro Borges.
A Polícia Militar esteve no local para apurar os fatos e em seguida iniciou busca pelos autores do crime, que ainda não foram identificados. (G1 Santarém)

Nenhum comentário:

Postar um comentário