quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Governo quer acelerar votação do pedido de impeachment

O governo tem pressa em acelerar a votação do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara. O pedido de celeridade foi feito pelo ministro Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) em reunião na manhã desta quinta-feira com líderes da base aliada. Segundo os líderes, a avaliação feita pelo governo é de que o tempo corre contra eles e que o melhor seria enfrentar o quanto antes a votação, mudando a pauta do impeachment.

Os líderes aliados terão nova reunião com Berzoini na tarde desta quinta-feira para falar sobre as indicações que serão feitas pelos partidos para a comissão especial do impeachment.

— O governo quer votar rapidamente, quer apressar. Mas tem que ver direitinho isso, tem um rito — afirmou o líder do PTB, Jovair Arantes (GO).
A líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ) disse que a pressa do governo é para mudar a pauta para que possa governar com maior tranquilidade.

— Não é questão de o tempo correr contra o governo. O que o governo quer é livrar o país dessa pauta para poder governar com mais tranquilidade — disse Jandira, que será a titular do partido na comissão especial.

A pressa na votação preocupa integrantes da oposição, que acreditam que a intenção do governo é aproveitar o momento, onde a mobilização pró-impeachment não está tão grande na sociedade como no início do ano. (O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário