quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Incra e STTR Santarém concluem CAR do assentamento Eixo Forte


O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e o Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTR) de Santarém concluíram o Cadastro Ambiental Rural (CAR) do assentamento agroextrativista Eixo Forte. O ato de entrega do documento ocorreu ontem terça-feira (22), na sede do Sindicato.

 A elaboração do CAR é resultado de termo de cooperação técnica entre o Incra e o STTR Santarém, assinado no dia 2 de dezembro. O CAR para o Eixo Forte é coletivo, ou seja, um só com efeitos para todo o assentamento. Isso ocorre porque a modalidade do projeto, PAE, é coletiva. A elaboração do CAR foi realizada pelo STTR Santarém, cabendo ao Incra o acompanhamento e o suporte técnico, como o repasse de dados.


O STTR Santarém agregou outros parceiro para a execução do trabalho. A Fundação Ford atuou como financiadora; a Consulte, empresa de assistência técnica e extensão rural contratada pelo Incra, auxiliou na mobilização dos assentados; o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) e o Terra de Direitos, organizações não governamentais, contribuíram na assessoria do projeto.

“Foi um CAR coletivo e muito participativo. Todos os assentados que participaram das reuniões tiveram esclarecimentos”, avalia a presidente da federação do Eixo Forte, Ivaneide Gama, ao acrescentar que houve reuniões em todas as 15 comunidades do assentamento durante o processo de elaboração do CAR.

Emitido o CAR, o Incra cumpre uma obrigatoriedade legal e permite aos assentados, por exemplo, o licenciamento de atividades produtivas e atender um dos pré-requisitos para financiamentos bancários, no caso, a apresentação do cadastro ambiental rural. 
Saiba mais sobre o CAR: Luis Gustavo Incra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário