terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Zeca Pagodinho é condenado a três anos de detenção por shows superfaturados em Brasília

A Justiça do Distrito Federal condenou o cantor Zeca Pagodinho a três anos de detenção por fraude na contratação de dois shows realizados na região em 2008.
Segundo o Ministério Público, foi comprovado que houve superfaturamento no contrato do sambista em sua participação na 15ª Expoagro e no aniversário de Brasília, ambos no ano de 2008.

 Na ocasião, o músico cobrou R$ 120 mil por uma apresentação de 45 minutos no aniversário da cidade. Já a direção da exposição desembolsou cerca de R$ 170 mil para contar com o veterano em seu line-up.

Na época, Zeca costumava cobrar R$ 200 mil por uma apresentação de uma hora e meia.
Além do artista, outras quatro pessoas foram condenadas no processo. O músico teve a pena convertida em prestação de serviços à comunidade e pagamento de multa. 

Outros envolvidos foram condenados a quatro anos e oito meses de detenção em regime semiaberto e ao pagamento de uma multa. A assessoria de imprensa do sambista informou que o cantor irá se pronunciar em breve sobre o assunto. (msn)

Nenhum comentário:

Postar um comentário