sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Conversas de empreiteiro revelam agendamento de viagens para Lula

As mensagens encontradas no celular do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro mencionam mais de 20 políticos, de acordo com a Folha de S. Paulo. Interceptadas pela Polícia Federal, elas ainda revelam que foi agendado viagens para Lula e citam o ministro-chefe da Casa Civil Jaques Wagner (PT).

Lula aparece nas mensagens pelo codinome de "Brahma". De acordo com a PF, Léo Pinheiro conversa com funcionários para decidir detalhes de idas do petista ao exterior e também cita a ajuda dele em obras. Em um dos textos, está escrito que "o Brahma quer fazer a palestra" entre os dias 24 e 26 de novembro de 2013 em Santiago.

"Leo, colocamos o avião à disposição de Lula para sair amanhã ao meio-dia. Seria bom você checar com Paulo Okamotto [presidente do Instituto Lula] se é conveniente irmos no mesmo avião", diz outra mensagem.

Depois, Léo Pinheiro fala com um funcionário que o ex-presidente está "procurando saber" de obras que a OAS tocava no Chile, mas não revela o motivo.
A assessoria do Instituto Lula afirmou não ter tido acesso ao relatório da Polícia Federal que fala das mensagens. Por isso, não vai se manifestar sobre vazamento seletivo e ilegal de informações. (msn/Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário