segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Governo do Pará garante assistência a idosos e aposentados

O militar aposentando Waldir Cardoso Wanzer, 76 anos, sofre de Mal de Parkinson há 12 anos. Através de um laudo emitido pelo médico neurologista da família, a esposa do militar, Lecy Wanzer, conseguiu dar entrada no programa “Assist Lar”, disponibilizado pelo plano de saúde do casal, o Iasep (Instituto de Assistência aos Servidores do Estado do Pará).

O programa, que existe desde 2007, é voltado para os segurados que estão em fase crônica, sem condições de locomoção, que necessitam da troca de curativos, de acompanhamento psicológico e de atendimentos e serviços médicos. Uma equipe multidisciplinar está disponível para atender as demandas dos pacientes: médico, enfermeiro, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, assistente social, fisioterapeuta e nutricionista.

Seu Waldir cumpre durante toda a semana uma agenda de atividades com estes profissionais. “Dia de segunda ele faz fono. Três vezes na semana ele faz fisioterapia. Psicólogo, nutricionista e terapia ocupacional são uma vez na semana também”, explica Dona Lecy.

O “Assist Lar” atende atualmente 440 pacientes. Deste total, 420 são idosos. Por mês, o plano registra cerca de 200 mil atendimentos. “Isso inclui curativo, atendimento médico e nutricional, acompanhamento com assistente social, oxigenoterapia e muito mais”, justifica Lorena Bandeira, coordenadora de gestão em saúde do Iasep.

Graça Sá também conseguiu o serviço de atendimento domiciliar para a sua mãe, Mary Sá, de 95 anos. A senhora é cardiopata e faz tratamento contra um câncer. “O que eu preciso eu sou atendida. Não tenho do que me queixar, o programa não me deixa faltar nada. Minha mãe se trata praticamente em casa”, conta.

Segundo Rejane Casanova, gerente do programa “Assist Lar”, o servidor que necessitar deste tipo de serviço deve levar até o plano um laudo emitido por um médico, o RG, contracheque e um comprovante de residência a fim de dar entrada no pedido. “A resposta sai em no máximo uma semana”, diz. Com a autorização dada, uma equipe do Iasep vai até a casa do paciente para fazer uma avaliação da situação e a partir daí os atendimentos são agendados.

Assim fez a aposentada Eunice Oliveira. Ela precisou solicitar o programa para a sua mãe, dona Cleonice Oliveira, que sofre de problemas no coração e faz uso de marca-passo. “Os profissionais vão sempre visitá-la, nos dão suporte”, ressalta.  

Aposentados – Neste domingo, dia 24, é comemorado o Dia do Aposentado. Em todo o Pará, de acordo com dados da Diretoria de Previdência do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado (Igeprev) tem-se hoje 44.954 aposentados. No ano de 2015, de janeiro a dezembro, foram concedidas 1.044 aposentadorias, 628 por tempo de serviço.

Allan Moreira, presidente do Igeprev, destaca que, ao longo dos últimos anos, o Instituto tem avançado muito em sua estrutura e em seus procedimentos. “Temos investido em capacitação dos nossos servidores e em conhecimento por meio de intercâmbios com os demais gestores de previdência no Brasil para aprimorar cada vez mais o trabalho que é feito no Pará”, apontou.

Alguns exemplos desse investimento são: zerar o número de processos de pensão pendentes de análise e concessão no ano de 2015 e realizar, com regularidade, os pagamentos dos retroativos dos segurados do Igeprev.

“Também não podemos esquecer do nosso público alvo, é claro, formado pelos aposentados e pensionistas do Estado. Para eles, temos buscado também, constantemente, renovar as estratégias para que possamos atingir, de forma humanizada, a excelência na prestação dos nossos serviços”, finalizou Allan Moreira.
Bianca Teixeira - Secretaria de Estado de Comunicação
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário