terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Inauguração do Colégio Militar de Belém é tema de encontro com governador

O governador Simão Jatene recebeu, ontem segunda-feira (11), o comandante militar do Norte, general Oswaldo Ferreira, no Palácio de Governo, em Belém. Na oportunidade, foram acertados os últimos detalhes da inauguração do Colégio Militar de Belém, que será entregue à população nesta terça-feira (12), dentro da programação de aniversário de 400 anos da capital paraense.

“É com imensa felicidade que recebemos em Belém o Colégio Militar. A sociedade está acostumada a ver só a questão dos direitos e, por vezes, se esquece dos deveres. Instituições como são um ganho a mais para a educação, pois contribuem para a formação de cidadãos com valores baseados no respeito, disciplina e ética”, disse o governador.

O Colégio Militar de Belém será o 13º em funcionamento no Brasil e terá como sede o prédio centenário que abrigava as instalações da Escola de Governança Pública do Pará (EGPA), na Avenida Almirante Barroso, no Souza. O espaço atenderá a princípio cerca de 120 jovens, filhos de civis e militares, selecionados para o sexto ano do ensino fundamental. A iniciativa é resultado da parceria entre o Exército Brasileiro, Governo do Estado, Prefeitura de Belém e parlamentares paraenses, entre eles o senador Flexa Ribeiro.

O comandante ressaltou a importância da união para que o projeto fosse colocado em prática. “Teremos, de maneira definitiva, a presença do Colégio Militar. Isso é a realização de um sonho, mas principalmente é o produto de um trabalho muito bem feito por pessoas que acreditaram que era possível. Pegamos um projeto e hoje ele tem uma sensação de concreto. Com certeza esse estabelecimento de educação da mais alta qualidade fará um bem danado para Belém e para o Estado”, afirmou o militar.

O Colégio Militar de Belém seguirá a mesma proposta pedagógica do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB). O ensino prestado é por competências, que oferece ferramentas para que o aluno possa resolver situações da vida real, tendo como base a experiência adquirida desde 1889, quando foi criado o primeiro Colégio Militar do Brasil, no Rio de Janeiro, também denominado “Casa de Thomaz Coelho”.

Ao final do encontro, o general Ferreira agradeceu pelo apoio do governador e expressou seu desejo de melhoria na educação. “Que a juventude aproveite o colégio e que Belém faça dele realmente um motivo para alavancar ainda mais o setor educacional, para fazer alavancar a própria sociedade”, destacou. “É um belo presente para Belém nos 400 anos. O tempo dirá o valor desse estabelecimento, que coloco como fundamental para fazer a diferença na sociedade”, finalizou o comandante.

Também estiveram presentes na reunião o general Ronaldo Barcelos, que ocupará, na próxima quarta-feira (13), o posto de Comandante Militar do Norte no lugar do general Ferreira; o general de Divisão Humberto Francisco Madeira Mascarenhas, comandante da 8ª Região; e o chefe do Estado-Maior do CMN, general de Brigada Antônio César Alves Rocha, que será substituído, após a inauguração do Colégio Militar de Belém, pelo general de Brigada Selmo Umberto Pereira, também presente. (Com informações da Assessoria do Comando Militar do Norte)
Lidiane Sousa - Secretaria de Estado de Comunicação
Agência Pará de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário