quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Paravidda completa 24 anos

ONG atende 1500 pessoas que vivem com HIV/AIDS
 Nesta quarta-feira, 27, o Grupo para Valorização, Integração e Dignificação do Doente de AIDS (Paravidda) completa 24 anos de luta em favor das pessoas que vivem com HIV/AIDS. A entidade oferece apoio social, psicológico, pedagógico e realiza ações de prevenção para pacientes e familiares de pessoas que convivem com a doença. O trabalho busca melhorar a autoestima dos pacientes e garantir a reinserção social.
Criada em 1992, em decorrência do crescimento da pandemia da AIDS em Belém a ONG se mantém com o apoio da sociedade, de órgãos governamentais ou não governamentais, por meio da doação de alimentos (perecíveis e não perecíveis), roupas, brinquedos, material escolar e outros itens importantes para o pleno atendimento ao público. 

Atendimento - Hoje, o Paravidda atende aproximadamente 1500 associados, em números crescentes, entre homens, mulheres e crianças. Possui um albergue com 16 leitos e uma creche que atende 25 crianças diariamente (filhos e filhas de pacientes). Dos associados, cerca de 500 recebem uma cesta básica mensal.

O albergue acolhe pessoas oriundas do interior do Estado para tratamento e consultas médicas, exames laboratoriais e em recuperação. Segundo o presidente da ONG, Jair Santos, o grupo trabalha, sobretudo, a autoestima de cada paciente, incentivando-os a recuperar o prazer pela vida, visando sempre a inclusão social. “Todo esse trabalho depende muito da participação e da contribuição da sociedade, pois a cada dia, recebemos mais pessoas que precisam de ajuda não apenas para controlar a doença, mas acima de tudo, para retomar os rumos da própria vida”, explica.

A ONG fornece em média, 100 refeições diárias, e tem como meta o atendimento psicológico de terapêutico ocupacional, assessoria jurídica quando necessário e serviço social. Todo o serviço técnico e de coordenação é feito de forma inteiramente voluntária.

Campanha – No primeiro semestre deste ano, está com uma campanha para arrecadação de lençóis de solteiro, toalhas de banho, cadeiras plásticas infantis, colchonetes e papel A4 que serão destinados às crianças que frequentam a creche mantida pela entidade. As doações podem ser feitas na sede da entidade na Av. Roberto Camelier, 809. Informações pelos telefones (91) 3272-4645 ou 3271-0096.
 Maria Luiza Martins
Temple Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário