segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Reunião pode decidir por anulação do concurso dos Bombeiros

Representantes da Sead (Secretaria de Estado e Administração) devem se reunir nesta segunda-feira (25) com a Polícia Civil e a comissão organizadora do concurso do Corpo de Bombeiros para decidir se o certame, realizado ontem domingo (25), será anulado ou não. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Sead. Na manhã de ontem, 47 pessoas foram detidas suspeitas de tentar fraudar o concurso. 

Somente três continuam presas na Dioe (Divisão de Investigações e Operações Especiais), em Belém. São eles: Beckenbauer Freitas Lima, que vai responder pelos crimes de organização criminosa, falsidade ideológica, falsificação de documento público e fraude em concurso público; Jonatha Mendes da Trindade, que vai responder por fraude e falsificação de documento, e Diego da Conceição Ramos, que vai responder por falsificação de documentos e fraude em concurso público.

Todos os outros 44 acusados já foram liberados, mediante pagamento de fiança, e devem responder o processo em liberdade.  A polícia continua as investigações para descobrir as pessoas que pagaram pelos 'serviços' da tentativa de fraude. 

A fraude
Os acusados estavam em um colégio particular no bairro do Tenoné, em Belém, localizado próximo a uma escola estadual onde o concurso foi realizado. Segundo a Polícia Civil, de lá eles iriam passar o gabarito da prova para os candidatos, usando telefones celulares. 

No local, a polícia apreendeu 66 celulares, folhas com as anotações do gabarito e uma folha com as instruções de como passar o gabarito para o candidato ao concurso do Corpo de Bombeiros para o cargo de praça. Cada pessoa pagou R$ 850,00 para entrar no esquema e, se passasse, pagaria mais R$ 8 mil quando tomasse posse, de acordo com as investigações.

Provas
As provas para o concurso dos bombeiros foram realizadas em quatro municípios paraenses e ao todo são oferecidas 330 vagas. No total, 29.290 candidatos se inscreveram para os cargos de praça. Destes, 6.046 faltaram, o que representa 17% do total de inscritos. Em Altamira, dos 954 candidatos inscritos, 723 realizaram a prova e 231 faltaram. 

Em Belém, houve a maior procura e dos 24.550 candidatos inscritos, 20.893 estavam presentes. Em Marabá, 4.765 candidatos realizaram a prova e 1.530 faltaram, totalizando 6.295 inscritos. Em Santarém, dos 3.537 inscritos, 2.909 realizaram a prova e 628 faltaram. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário