quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Rio transborda e cinco municípios ficam isolados no sudeste

Aproximadamente 254 mil pessoas em cinco municípios do sudeste paraense ficaram isoladas desde a madrugada de ontem quarta-feira (06), depois que o rio Arataú transbordou, após fortes chuvas destruírem um desvio para veículos próximo a uma ponte no município de Pacajá, a mesma que desabou no último dia 15 de dezembro do ano passado. As águas estão impedindo a passagem de veículos no desvio alternativo que foi construído no local. Com isso, a população de cidades de Pacajá, Altamira, Brasil Novo, Uruará e Medicilândia estão sem acesso a Belém.

A Polícia Rodoviária Federal informou que o nível do rio ainda estava baixo quando um desvio foi construído para resolver o problema do acesso de veículos com a queda da ponte. Porém com as intensas chuvas dos últimos dias, o volume de água aumentou, causando o isolamento de parte da estrada.

A preocupação dos moradores agora é que continue chovendo e o desvio não suporte a pressão da água e acabe cedendo. Uma equipe da Polícia Rodoviário Federal já foi enviada ao local para avaliar a situação.

O prefeito de Medicilândia, Nilson Daniel, mostrou toda preocupação com um possível desabastecimento dos municípios da região Sudeste do Pará, uma vez que a maioria dos produtos de primeira necessidade chega prioritariamente pela Transamazônica. "A situação ficou bem difícil depois que ponte desabou. Estamos torcendo para que a chuva pare e o desvio seja recuperado mais breve possível. Se a chuva continuar, a situação ficará crítica pois pode faltar combustível e produtos básicos de alimentação e higiene", disse o prefeito. 

Queda- No último dia 15 de dezembro a ponte sobre o Rio Arataú, na BR-230, desabou após um caminhão madeireiro ter tentado passar pela via e o motorista do veículo morreu. A estrutura de concreto já havia rompido em agosto de 2014. Desta vez, a ponte quebrou próximo de Pacajá, localizada no kilômetro 387 da Transamazônica, no sentido Novo Repartimento. Procurada, a assessoria do Ministério dos Transportes não deu previsão para recuperação da ponte em Pacajá. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário