segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Emerson vira herói, Papão passa nos pênaltis e garante Re-Pa

Com muita, mas muita dramaticidade, o Paysandu passou pelo Águia, nos pênaltis, em um jogo que contou com cinco expulsões e enfrentará o Remo, no primeiro clássico Rei da Amazônia de 2016. A partida aconteceu na tarde de ontem domingo (28), no Mangueirão, em Belém. Sem gols no tempo regulamentar, a partida ficou marcada pela vontade excessiva, que terminou provocando uma chuva de expulsões. No primeiro tempo, Celsinho e Edinaldo se envolveram em tumulto e deixaram o gramado. Na segunda etapa, Ilaílson, Charles e Valdanes foram para os vestiários mais cedo por conta de faltas.

 Ficha técnica (Paysandu 0 (4) x 0 (2) Águia)
Paysandu: Emerson; Crystian (Roniery), Fernando Lombardi, Gilvan e Lucas; Ricardo Capanema (Ilaílson), Augusto Recife, Raphael Luz e Celsinho; Betinho (Leandro Cearense) e Fabinho Alves. Técnico: Dado Cavalcanti

Águia: Bruno Colaço; Charles, Rodrigão (Marquinhos) e Bernardo; Léo Rosa (Robert), Léo Carioca (Eric Lima), Mael, Flamel e Edinaldo; Joãozinho e Valdanes. Técnico: João Galvão

Cartões amarelos:
Paysandu - Crystian, Gilvan e Ilaílson
Águia - Charles, Léo Carioca e Valdanes
Cartões vermelhos:
Paysandu - Celsinho e Ilaílson
Águia - Charles, Edinaldo e Valdanes
Local: Mangueirão (Belém/PA)
Hora: 16h
Árbitro: André Luís de Freitas Castro (ESP/GO)
Assistentes: Fabrício Vilarino da Silva (FIFA/GO) e Rodrigo Henrique Corrêa (FIFA/RJ)
Renda: R$ 316.480,00 
Público: 13.853 (11.724 pag. e 2.129 cred.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário