segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Polícia investiga roubo na sede do Incra e Defensoria

A Polícia Civil investiga o arrombamento de caixas eletrônicos de bancos diferentes em dois prédios em Belém, ocorridos em dois dias seguidos. Na sede do Incra os assaltantes arrombaram o caixa do Banco do Brasil e, na Defensoria Pública, o alvo foi o caixa do Banpará.

O primeiro caso foi registrado na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na noite do último sábado (20). Bandidos invadiram o prédio do órgão, localizado na Estrada da Ceasa, em Belém, e arrombaram a sala onde fica o caixa eletrônico do Banco do Brasil.

Os bandidos conseguiram desligar as câmeras do circuito de segurança que monitoram o local. A suspeita é que o grupo tenha usado um maçarico para abrir o caixa eletrônico e roubar todo o dinheiro da máquina. É a terceira vez que um roubo similar a este é registrado dentro do Incra. O Banco do Brasil não informou a quantia roubada e disse que está colaborando com as investigações.

No dia seguinte, dois homens invadiram o prédio da Defensoria Pública do Estado, na Travessa Padre Prudêncio, bairro da Campina, e arrombaram também com um maçarico o caixa eletrônico do Banco do Estado do Pará (Banpará) que fica no local. 
A dupla rendeu e amarrou os dois vigilantes do prédio na troca de plantão. Foram levadas as armas dos vigilantes e os uniformes da empresa de vigilância. O caso será investigado na Seccional do Comércio. (ORM/Polícia civil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário