sexta-feira, 11 de março de 2016

Arcon notificará empresa para atender passageiros em Mojuí dos Campos

Discutir alternativas para melhorar o transporte intermunicipal de passageiros no município de Mojuí dos Campos, no oeste paraense, foi o principal objetivo da reunião entre diretores da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) e o prefeito de Mojuí dos Campos, Jailson Costa, na tarde desta sexta-feira (11), em Belém. Também foi exposta a necessidade de um trabalho de conscientização dos usuários desse serviço em relação ao transporte irregular.

Mojuí dos Campos tem apenas uma empresa regularizada pela Arcon para a operação da linha que vai até Santarém, município vizinho. No entanto, há uma lacuna nos horários, que foram divididos entre uma segunda empresa, em reunião realizada em 2015 entre a Arcon, a Prefeitura de Mojuí e as duas empresas que operavam na linha. Após a reunião, apenas uma empresa se regularizou, cumprindo os horários já estabelecidos. A Agência notificará esta empresa para o atendimento da demanda excedente.

O diretor geral da Arcon, Bruno Guedes, frisou ao prefeito Jailson Costa sobre a importância de um trabalho de conscientização dos usuários, dos produtores e empresários sobre a irregularidade do transporte de passageiros em veículos que operam nas linhas de transporte de cargas.

Qualidade - “A missão da Arcon inclui garantir um serviço de qualidade para os usuários. Para que isso seja possível, a população precisa se conscientizar sobre os riscos no momento em que opta por utilizar as empresas clandestinas. Cada município, através de seus administradores, tem papel fundamental em relação a essa conscientização junto aos seus munícipes”, ressaltou Bruno Guedes.

Segundo o prefeito, “observa-se que a Arcon tem o interesse de regulamentar com segurança os transportes intermunicipais, visando o bem estar da população do município”. “Foi autorizada a outorga de uma empresa, mas está aberto para as outras empresas também receberem a ordem de serviço”, acrescentou Jailson Costa.
Vanessa Pinheiro - Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário