terça-feira, 29 de março de 2016

MEC reconhece dois novos cursos superiores no Pará

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu ontem dois cursos superiores de bacharelado no Pará. Os cursos são de instituições privadas e totalizam 200 novas vagas anuais. Em todo o País, foram cerca de 6,2 mil vagas em mais de cem cursos em universidades. A lista completa dos cursos e das instituições de ensino superior está disponível em duas portarias publicadas na edição de ontem, do Diário Oficial da União (DOU).

Em Belém, serão 100 vagas para o curso de Ciência da Computação (Bacharelado), na
Faculdade Pan Amazônica, da Associação Objetivo de Ensino Superior. Outras 100 vagas se referem ao curso de Ciências Contábeis (Bacharelado), do Instituto Esperança de Ensino Superior, no município de Santarém. A responsabilidade pela publicação é da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior. O reconhecimento dos cursos vale até o próximo ciclo avaliativo.

DIREITO
A OAB conferiu um selo de qualidade a 139 cursos de Direito que a entidade destaca pelo nível de ensino oferecido. No Pará, receberam o selo curso do Centro Universitário do Pará (Cesupa); Universidade Federal do Pará (UFPA, em Belém); Universidade Federal do Pará em Marabá); e a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Dos 1.266 cursos no país atualmente, a Ordem avaliou 1.071. As faculdades foram selecionadas com base no índice de aprovação no exame de Ordem e o conceito obtido no Enade, do MEC. Das 139 faculdades selecionadas, 78 são públicas e 61 privadas.

Segundo o presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, “o significado da premiação não consiste em estabelecer preferências, mas sim uma concepção de regularidade de desempenho“. O selo de qualidade será entregue amanhã a reitores e representantes das faculdades em cerimônia com a presença do presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário