quarta-feira, 23 de março de 2016

Operação Semana Santa começa nesta quarta-feira no Pará

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) inicia nesta quarta-feira (23) a Operação Semana Santa 2016 em várias regiões do Estado, em cidades como Salinópolis, Bragança, Marapanim e Salvaterra e distritos como Mosqueiro, Outeiro Icoaraci, Santarém, dentre outras, veja relação abaixo. Os trabalhos seguem até segunda feira (28) Estarão em ação cerca de três mil agentes de segurança das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Centro Integrado de Operações (Ciop) e grupamentos Aéreo (Graesp) e Fluvial (Gflu). A Segup atuará em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Guarda Municipal de Belém e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob).

A Polícia Militar vai atuar com o tradicional policiamento ostensivo em atividades de prevenção e de repressão de práticas delituosas. A PM agirá com outros órgãos pertencentes ao Sistema de Segurança Pública nas esferas municipal, estadual e federal. No total, 362 policiais militares serão empregados como reforço aos contingentes já existentes nos municípios.

Os municípios que receberão contingente de reforço são Colares, Maracanã (Algodoal), Marapanim (Marudá), São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, Vigia de Nazaré, Bragança (Ajuruteua), Bragança, Ourém, Salinópolis, Abaetetuba (praia de beja), Barcarena, Limoeiro do Ajuru, Oeiras do Pará, Ponta de Pedras, Salva Terra e Soure, Breu Branco, Jacundá, Afuá, Portel e São Sebastião da Boa Vista.Na capital, as ilhas de Outeiro, Cotijuba e Mosqueiro receberão atenção especial em razão da grande movimentação de pessoas.

A Polícia Civil montou planejamento para atender a demanda de ocorrências nos principais balneários do Estado durante o feriado prolongado da Semana Santa. A operação começa na quinta-feira (24), com deslocamento de policiais civis para reforçar as equipes policiais que atuam nas delegacias situadas nas localidades mais frequentadas em épocas de feriados. A ação se estende até segunda-feira, com o retorno dos reforços para a capital paraense.

Ao todo, serão 74 policiais civis mobilizados durante a operação. Eles vão atuar nos balneários de Mosqueiro e Outeiro, em Belém; distrito de Marudá, em Marapanim; e nas cidades de Marapanim, São Caetano de Odivelas, Barcarena, Igarapé-Miri, Bragança, Ourém, Peixe-Boi, Salinópolis e Ponta de Pedras no Marajó.

Nos balneários de Salinópolis e Mosqueiro estão previstas atuações de policiais civis da Divisão Especializada em Meio Ambiente (Dema) para reprimir a poluição sonora e a perturbação do sossego alheio. Em Belém, estão previstas as programações da “Malhação de Judas”, entre elas a tradicional que ocorre na Avenida Fernando Guilhon. Neste e em outros pontos da capital, a operação vai acompanhar as atividades culturais no bairro da Cremação e em outros bairros.

Trabalho preventivo
A operação do Corpo de Bombeiros começa no fim da tarde desta quarta-feira (23). As equipes estarão a postos em pontos da BR-316 e em deslocamento para áreas do interior e da Grande Belém. O trabalho da corporação termina na manhã da segunda-feira. A atuação terá foco a prevenção de sinistros durante o feriado prolongado, oferecendo à população paraense serviços de proteção balneária, entrega de

O Corpo de Bombeiros vai atuar no período religioso com um efetivo de 367 homens nas regiões da capital e interior do Estado. Bombeiros socorristas farão os serviços de atendimento pré-hospitalar, usando as viaturas resgate da operação. Os 334 guarda-vidas que estarão empenhados na operação atuarão nos principais balneários do Estado a fim de atender as necessidades de segurança dos banhistas.

Nas praias serão distribuídas pulseiras de identificação às crianças, para facilitar possíveis buscas. Ainda nas praias, o Corpo de Bombeiros contará com apoio logístico de oito lanchas, três3 jet-skis, cinco botes e um flexboat. O aparato será empregado em Salinas, Mosqueiro e Outeiro. Serão usados ainda três ônibus, um micro-ônibus, veículos operacionais, nadadeiras e tubo de resgate para salvamento (recue tube, barracas e kit de primeiros- socorros).

O efetivo do Corpo de Bombeiros do Pará estará de prontidão para atender 24 localidades, na região metropolitana e distritos de Belém (Outeiro, Cruzeiro, Cotijuba e Mosqueiro), mas também em municípios como Salinas; Barcarena (Vila do Conde e Caripi); Abaetetuba (Guajará de Beja e Beja); São Miguel do Guamá (Rio Guamá e São Domingos do Capim); Marapanim (Crispim, Algodoal e Marudá), Bragança (Ajuruteua), Santa Izabel (Caraparu); Vigia (Balneário de Santa Rosa); Colares; Cametá (Aldeia e Tapera); Peixe-Boi; Ourém; Soure; Salva terra; Joanes; Portel; Conceição do Araguaia; Santarém (Maracanã, Alter do Chão, Ponta de Pedras, e Pindobal); Breu Branco (Queiroz Galvão); Ponta de Pedras; Praia do Leme e Praia da Chácara e Mojú (Balneário do Levy).

O Corpo de Bombeiros programou ainda a Operação Estrada. Um efetivo de 21 militares socorristas estará atento ao serviço de atendimento pré-hospitalar. Os bombeiros militares estarão em viaturas de resgate em pontos estratégicos nas barreiras de Santa Maria, Marudá e Salinas com o apoio do Grupamento Aéreo.

Fiscalização nas estradas
O Detran vai deflagrar ações integradas e articuladas com os demais componentes do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social. As atividades serão desenvolvidas pela Coordenadoria de Educação e pelas operações de Trânsito, com um efetivo de 120 agentes de fiscalização e 30 agentes de educação. Os municípios que receberão as ações do Detran são Salinópolis, Santa Bárbara do Pará, Bragança, Marapanim, Soure, Salvaterra, Santa Izabel, Capanema, Castanhal, Itaituba, Marabá, Parauapebas, Redenção e Santarém, além dos distritos de Outeiro e Mosqueiro e dos balneários de Ajuruteua e Marudá.

Além das fiscalizações de rotina, com a verificação da documentação do veículo e do condutor e dos equipamentos de segurança, estão previstas operações de combate à direção sob o efeito de álcool. A equipe de educação fará interações pedagógicas, com a finalidade de orientar a comunidade local e visitantes sobre os comportamentos seguros que visam à redução dos índices de acidentalidade no trânsito, investindo em processos de conscientização e sensibilização.

Plantão e videomonitoramento
O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves vai mobilizar equipes compostas por peritos criminais, médicos legistas, auxiliares técnicos, motoristas e remocistas, disponíveis 24 horas, para eventuais ocorrências nos municípios de Salinópolis, Marudá, Cametá e Salvaterra, e no Distrito Mosqueiro. Os peritos estarão equipados com as maletas CSI, as quais dão suporte para realização de exames para a constatação de drogas, dosagem alcoólica, coleta de impressão digital em local de crime, crime contra o patrimônio, perícia veicular, entre outras perícias. 

 Os municípios de Castanhal, Altamira, Marabá, Santarém, Bragança, Abaetetuba, Paragominas, Parauapebas, Itaituba e Tucuruí, onde há Unidades Regionais e Núcleos Avançados do CPC, continuarão com equipes de plantão 24h, com remoção e liberação de corpos funcionando normalmente, assim como a sede do Centro em Belém, onde não haverá alteração do atendimento.  O Centro de Perícias fornece o número 99100-4007 para os usuários que venham a ter qualquer tipo de problema em uma de suas dependências.

O Centro Integrado de Operações vai colocar mais sete militares, entre policiais e bombeiros, para reforçar o efetivo no Centro de Atendimento e Despacho de Salinópolis, para atender com excelência às demandas de ocorrências de urgência e emergência, na área de segurança pública, naquela cidade. 

Na Região Metropolitana de Belém, o Ciop continua com a missão de atendimento pelo call center 190, com o despacho e o serviço de videomonitoramento. Em caso de ser verificada atitude suspeita, a orientação é ligar para o 190. (Agência Pará de Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário