quarta-feira, 16 de março de 2016

Taxista que caiu em abismo na BR-163 cochilou ao volante

O taxista Anglesson de Sousa Moura, de 26 anos que foi arremessado do carro para dentro de um abismo depois de bater em uma árvore, na manhã desta quarta-feira (16), afirmou em entrevista a TV Tapajós que dormiu ao volante do veículo. O acidente ocorreu na subida da Serra do Piquiatuba, na rodovia federal BR-163, em Santarém, oeste do Pará.

O motorista, que foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, contou que passou a noite trabalhando e estava cansado. “Eu passei a noite rodando, quando foi mais ou menos umas 6 horas, na hora de ir pra casa, a pista tava meio molhada, quando chegou na primeira curva, um simples cochilo que eu dei, quando vi eu já tinha tacado na árvore. Foi na hora que fui cuspido pra fora. A porta do passageiro abriu com a porrada e eu cai por ela. Bati a cabeça numa árvore”, relatou.

O acidente ocorreu por volta de 6h40. Na hora, chovia, e a pista estava molhada. O jornal Bom Dia Santarém mostrou a retirada do veículo e o início do resgate da vítima ao vivo. 
O carro, que não despencou porque foi barrado pela árvore ficou com a lateral danificada e o para-brisa quebrado.

A rodovia ficou parcialmente interditada e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) precisou fazer o ordenamento do trânsito de veículos.
Em nota enviada ao G1, o Pronto Socorro Municipal (PSM) informou que o taxista deu entrada no hospital, fez exames de imagem, foi avaliado pela equipe médica e em seguida liberado. O paciente não apresentou sinais de fratura.

PRF orienta cautela no trânsito
Em dias de chuvas, os motoristas precisam dobrar a atenção em trechos críticos da estrada para evitar acidentes, conforme explica o inspetor da PRF, Max Silva. “O condutor deve ter uma atenção maior, principalmente nesse trecho, que é uma serra onde tem bastante curvas. É necessário reduzir a velocidade, ter uma distância maior com o veículo da frente, acender a luz baixa do veículo também". (G1 Santarém)

Nenhum comentário:

Postar um comentário