sexta-feira, 8 de abril de 2016

Alcoa comemora aniversário de 133 anos de Juruti com nova brinquedoteca em escola do município

Educação é um dos principais focos de investimentos sociais da empresa.

Localizada no coração da Amazônia, na região Oeste do Pará, a cidade de Juruti completa 133 anos neste sábado (09) e será presenteada com uma nova brinquedoteca como parte dos investimentos sociais do Instituto Alcoa. A brinquedoteca é da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Rosa de Saron, que adequou uma sala e recebeu o apoio da Alcoa no mobiliário e materiais lúdico-educativos. Cerca de 400 crianças serão beneficiadas com o novo espaço. Desde a chegada da empresa no município, em 2006, inúmeras iniciativas vêm sendo realizadas em benefício da comunidade, seja nos bairros da cidade, seja na zona rural. 
 Juruti abriga um dos maiores projetos minerais do país, o empreendimento de bauxita da Alcoa. O município, atualmente com cerca de 52 mil habitantes (Estimativa 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE), tem vivenciado desenvolvimento acelerado nos últimos anos com a presença de mineradora. Desde 2006, quando iniciou a implantação do projeto, até 2015, cerca de R$ 212,5 milhões foram pagos pela empresa em impostos e royalties da mineração de bauxita.

Nos últimos anos, Juruti vem apresentando melhora nos indicadores sociais. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por exemplo, saltou de 0.389 para 0.592 (Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil; Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD), e o número de empregos formais despontou de 185 para 4.948 (Ministério do Trabalho e Emprego - MTE e Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará - IDESP). Outro dado que chama a atenção, é o volume de matrículas no ensino médio, que passou de 474 para 2.542 (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP). O PIB per capita também teve incremento de R$ 1,9 mil para R$ 11,9 mil (IBGE 2004-2010).

Nesse salto de qualidade de vida para os jurutienses, entre as contribuições da Alcoa, a área de Educação recebe atenção especial. O projeto da brinquedoteca, que será inaugurado neste sábado de aniversário do município, é um exemplo disso. Os recursos do Instituto Alcoa foram aplicados na aquisição de mesas, cadeiras, bolsas, livros, brinquedos educativos entre outros, no valor total de R$ 48 mil em doações. Estudantes dos bairros Maracanã, Bom Pastor, Nova Vitória e Centro serão beneficiados pelo projeto. 

“A Alcoa é parceira desta iniciativa porque acreditamos que um espaço lúdico estimula o aprendizado, tornando a escola cada vez mais atrativa e aconchegante para as crianças, contribuindo com o processo educacional”, comenta Anne Dias, analista de Relações Comunitárias da Alcoa em Juruti.

Qualificação de mão de obra

Outra iniciativa importante da Alcoa em educação é a parceria com o Serviço Nacional da Indústria (Senai) para a qualificação de mão de obra em Juruti. Em dez anos, foram entregues mais de 5.000 certificações, em mais de 100 tipos de cursos, realizados nas áreas de elétrica, operação de equipamentos pesados, soldagem, noções de pneumática e hidráulica, mineração e segurança do trabalho.

“A Alcoa tem a preocupação de desenvolver um projeto de mineração sustentável, em harmonia com a comunidade, melhorando a qualidade de vida da população local, ampliando a renda e gerando oportunidades, que vão além das operações da mina. Estamos muitos felizes por fazer parte da trajetória de Juruti e impulsionar o desenvolvimento social e econômico da região”, afirma Affonso Bizon, diretor da Alcoa Juruti.

Cleicilane Silva, 24, foi uma das beneficiadas por essa iniciativa, participando do curso de assistente administrativo. “Eu busquei treinamento no Senai para melhorar minha performance no trabalho e consegui. Hoje, além de ser atendente em um posto de gasolina, também faço atividades administrativas devido ao conhecimento que adquiri. Eu pretendo continuar estudando e em breve entrar para a faculdade de Administração”, planeja Cleicilane.

Outro que comemora os benefícios dos cursos oferecidos pelo Senai é o técnico em informática, Moisés Campos, 39, que participou do treinamento de manutenção de computadores. “Trabalhei como professor na zona rural e o curso do Senai me deu uma nova experiência. Hoje sou técnico e faço manutenção de computadores e posso fazer uma renda extra trabalhando em casa”, revela Moisés Campos.
 Fabiana Gomes - Temple Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário