sexta-feira, 29 de abril de 2016

Confusão em eleição na Uepa termina na delegacia

Estudantes invadiram seção de votação. Docentes e alunos se acusam de agressão. Uma confusão entre alunos e professores durante a eleição para a diretoria do Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), em Belém, terminou na Seccional da Sacramenta.
Alunos e professores da instituição se acusam de agressão depois que um grupo de estudantes tentou invadir uma seção de votação no campus localizado no bairro do Telégrafo. 

O estudante Edvaldo Quaresma e o professor de Filosofia, Jairo Silva, se acusam de agressão. Os estudantes invadiram a seção por discordarem do processo eleitoral que vai escolher os novos ocupantes dos cargos de diretor, vice-diretor, coordenadores de curso e chefias de departamento do CCSE.

O professor se mostrou indignado com a acusação. Segundo ele, os alunos chegaram ao local de votação soltando bombas e 'assustando todo mundo'. Segundo o docente, o estudante Edvaldo Quaresma estava 'insandecido'. 'Esse (a universidade) é um local que respeito muito. Sofrer uma violência dessas de um aluno é algo impensável em qualquer lugar do mundo', afirmou. Os estudantes dizem que a chapa única a concorrer à eleição foi composta de forma ilegítima. 

Inicialmente duas chapas concorriam ao pleito, mas uma delas desistiu e apenas uma disputou os votos de professores, servidores técnico-administrativos e alunos da universidade. A comissão eleitoral da universidade receberá recursos no protocolo do CCSE no prazo de 24 horas úteis contados a partir da divulgação preliminar dos resultados no dia 13 de maio. O resultado final sai no dia 19 de maio.
(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário