quinta-feira, 28 de abril de 2016

Remo perde para o Vasco no Rio de Janeiro e deixa a Copa BR

A esperança chegou a tomar conta do Remo após um primeiro tempo de certo equilíbrio contra o poderoso Vasco da Gama, mas os gols do jovem Caio Monteiro e o zagueiro Rafael, para o Vasco, sacramentaram a passagem do time carioca à segunda fase da Copa do Brasil, com invencibilidade garantida. Max ainda chegou a diminuir, mas o jogo terminou mesmo 2 a 1 para o Gigante da Colina, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

O primeiro a marcar foi o garoto Caio Monteiro, que entrou no lugar do experiente Eder Luis para desarrumar a defensiva azulina. Aos 19 minutos, o terceiro lance do garoto em campo foi para completar a bela jogada do meia Nenê e abrir o placar. Aos 25, o zagueiro Rafael Vaz se antecipou à marcação remista na área e testou para a rede. Quatro minutos depois, Eduardo Ramos cobrou escanteio para o Remo e Max fez o gol de honra do Leão na partida.

Saiba como foi a partida lance a lance aqui!

A vitória por 2 a 1 levou o Vasco à segunda fase da competição, onde enfrentará o CRB (AL), e selou mais uma eliminação remista ainda na primeira fase do certame. As demais foram para o Atlético Paranaense (2015), para o Internacional (2014) e para o Flamengo (2013).
Enquanto o Vasco volta as atenções para a decisão do campeonato carioca, já neste domingo (1), contra o Botafogo, o Remo foca totalmente na estreia na Série C do campeonato brasileiro, que acontecerá no dia 22 de maio, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal. 

1º tempo: Vasco lento e Remo arisco - Precisando vencer e deixar uma boa impressão após a eliminação para o Paysandu na Copa Verde, o Remo encarou o Vasco tentando o ataque, mas o primeiro a assustar foi o time de Yago Pikachu. Em cruzamento de Nenê da esquerda, Riascos apareceu sozinho na área e testou sem direção, aos 10 minutos.
Sete minutos depois, o Vasco voltou ao ataque. 

O experiente Eder Luis recebeu na ponta e tabelou com o ainda mais experiente Nenê para entrar na área e bater colocado no ângulo. O goleiro Fernando Henrique voou para espalmar a redonda. Aos 31, porém, FH só observou a pancada do jovem Evander, que tirou dois marcadores do Remo na entrada da área e soltou a canhota próximo ao travessão.

As melhores chances do primeiro tempo aconteceram somente após os 40 minutos. Aos 41, Yago Pikachu recebeu passe de Evander e partiu para a diagonal, de onde encontrou a descida de Eder Luis, sozinho na área. O camisa 11 tentou bater na saída de Fernando Henrique e mandou rente à trave direita do Leão.

No minuto seguinte, Rafael Vaz recebeu na zaga e tentou sair tocando. Chicão cortou e entrou na área sozinho. Ele bateu no canto de Martín Silva, que abusou da agilidade para espalmar e garantir a ausência de gols na etapa inicial da partida.

2º tempo: Gols e classificação vascaína - A falta de explosão no ataque do Gigante da Colina fez com que o técnico Jorginho realizasse substituições. A primeira foi a entrada do jovem Caio Monteiro no lugar de Eder Luis. No terceiro lance do garoto, ele foi para a área, assistiu a uma bela jogada de Nenê e, sozinho, bateu para o gol para marcar seu primeiro tento como profissional, aos 19.

O Vasco, mais tranquilo e mais insinuante, foi ao ataque e, com facilidade, chegou ao segundo gol. Aos 25, Rafael Vaz foi para a área e completou o cruzamento de Nenê com perfeição. O zagueiro se antecipou à marcação de três jogadores do Remo e testou para a rede.

Marcelo Veiga resolveu jogar o Remo totalmente para o ataque e, aos 28 minutos, Eduaro Ramos recebeu na entrada da área e deixou para Welthon ganhar de três marcadores e deixar para Ciro, que ajeitou de letra para ele mesmo e bateu forte. Martín Silva espalmou pela linha de fundo.

Aos 32 minutos, Eduardo Ramos foi para a cobrança de um escanteio. Ele colocou no primeiro pau e o zagueir Max chegou antes de Rafael Vaz e do goleiro Martín Silva para desviar de cabeça para o gol. Foi o de honra do Leão, que ainda voltou a assustar aos 40 minutos, quando Levy ganhou de Andrey na linha de fundo e cruzou para Welthon cabecear para outra boa defesa de Martín Silva.

Ficha técnica (Vasco 2 x 1 Remo)

Vasco - Martín Silva; Yago Pikachu, Luan, Rafael Vaz e Henrique; Marcelo Mattos, Diguinho, Evander (Andrey) e Nenê; Eder Luis (Caio Monteiro) e Riascos (Thalles). Técnico: Jorginho.
Remo - Fernando Henrique; Levy, Henrique, Max e Fabiano; Lucas Garcia, Chicão (João Victor), Alisson, Marco Goiano e Eduardo Ramos; Ciro. Técnico: Marcelo Veiga.
Gols: Caio Monteiro 18'/2ºT e Rafael Vaz 24'/2ºT (Vasco); Max 29'/2ºT (Remo)
Cartão amarelo: Diguinho (Vasco)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h45
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Leandro Matos Feitosa - SP (CBF-2) e Fabricio Porfirio de Moura - SP (CBF-1)
Renda: R$ 65.945,00
Público: 2.434 (2.254 pag. e 180 cred.)

ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário