segunda-feira, 18 de abril de 2016

Veja como os paraenses votaram no processo do impeachment

A sessão que aprecia a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff acontece na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), com a presença de 511 votantes. A bancada paraense é composta por 17 parlamentares, que somaram 10 votos a favor, seis contra o impeachment e uma abstenção. Veja o discurso de cada um deles!

 SIM
Arnaldo Jordy (PPS)
Pelos trabalhadores brasileiros, pelo povo do Pará, pelos meus filhos, pela Constituição Brasileira, Contra Dilma e contra Cunha, meu voto é sim


Delegado Éder Mauro (PSD) 
Em nome do meu filho Éder Mauro Filho, de quatro anos, e do Rogério, que junto com minha esposa, formamos uma família do Brasil, que tanto esses bandidos querem destruir, com proposta de que criança mude de sexo e aprenda sexo na escola com seis anos de idade e em nome do povo do Pará, em voto sim


Francisco Chapadinha (PTN)
Pelo Pará e pelo Brasil, sim!


Hélio Leite (DEM)
Com a proteção de Deus, em respeito à minha família, em respeito aos meus amigos, em respeito à minha amada Castanhal, ao estado do Pará e ao Brasil, meu voto é sim


Joaquim Passarinho (PSD)
Pedindo as bençãos de Nossa Senhora de Nazaré, pelo meu estado do Pará, pela minha família, pela minha honra, pelas minhas duas filhas, Sim!


José Priante (PMDB)
O sentimento majoritário que preside cada brasileiro que acompanha esta sessão histórica, que se realiza hoje aqui na Câmara dos Deputados, é o sentimento da esperança. Eu voto sim


José Bengston (PTB)
Por minha família, pela família Quadrangular e Evangélica de todo Brasil, eu voto sim


Julia Marinho (PSC)
Em respeito à minha família, pelo povo brasileiro e do meu querido Pará e em consideração e respeito à nação evangélica, o meu voto é sim


Nilson Pinto (PSDB)
Em respeito à minha mulher, meus filhos e meus netos. Em respeito pelo povo do Pará e por um futuro melhor pro Brasil, eu voto Sim


Wladimir Costa (Solidariedade)
Um colega nosso da Câmara falou que, se nós cassarmos a presidente Dilma hoje, ele vai se mudar do Brasil. Eu já comprei a passagem dele sem volta. Sai daqui porque nós vamos cassar em nome do Pará. Nós votamos sim e quem vota sim coloca a mão pra cima

NÃO

Beto Faro (PT)
Em defesa da nossa democracia, em defesa da constituição e do povo pobre do Brasil, que teve no governo do Lula e da presidenta Dilma a esperança e investimentos, meu voto é não


Edmílson Rodrigues (PSol)
Um rotundo 'não' com a moral de ser um partido PSol, que faz oposição, mas uma oposição de esquerda, programática e socialista ao governo e não conive com golpe


Elcione Barbalho (PMDB)
Pela Constituição, eu voto não


Lucio Vale (PR)
Penso que as acusações são inválidas e penso também que este processo de impeachment é equivocado. Por isso, voto contra o Impeachment


Simone Morgado (PMDB)
Pela defesa da democracia e por considerar que a Dilma não cometeu nenhum crime, diferente de tantos outros que envergonham esta casa, digo não ao impeachment


Zé Geraldo (PT)
Haja coração para aguentar tanta hipocrisia. Pela democracia e pelo desenvolvimento do Brasil, contra os facistas, oportunistas e picaretas... Sou contra esse golpe moderno que querem atingir a presidenta Dilma. Bando de covardes!

ABSTENÇÃO

Beto Salame (PP)
Todos do Pará sabem da minha lealdade e da minha posição contrária ao Impeachment, no entanto, em respeito à posição do PP, eu me abstenho

(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário