segunda-feira, 2 de maio de 2016

Publicom inicia debate da comunicação no Pará com recorde de público

Começou na manhã desta segunda-feira (2), no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, o Publicom 2016. O Encontro de Comunicação do Pará, promovido pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), oferece qualificação e networking por meio de oficinas, mesas de debate e palestras para assessores, imprensa, profissionais e estudantes de comunicação. Hoje, no dia da abertura, o Publicom registrou 780 inscrições online e mais 45 inscrições presenciais, totalizando um público recorde de 825 pessoas. O evento vai até amanhã, dia 3, com a presença de grandes nomes do jornalismo nacional, como o repórter da TV Globo Marcelo Canellas, que abriu o evento com a palestra “A arte de contar histórias no jornalismo”.

O jornalista da Rede Globo, atualmente repórter especial do Fantástico, interagiu com a plateia, respondeu perguntas, contou experiências profissionais e falou sobre a importância da ética dentro de uma reportagem para a TV. “Para que uma história se torne, de fato, uma grande história, o jornalista precisa abrir uma interlocução verdadeira com quem ele vai tratar”, destacou Marcelo Canellas, ao explicar a relação de confiança entre o profissional e o personagem da matéria jornalística.

Na abertura do evento, o governador do Estado, Simão Jatene, realçou a importância da comunicação para o fortalecimento da democracia. “Uma sociedade é mais moderna e democrática à medida que o cidadão tenha informação e, sobretudo, a informação correta. A ideia é que aqui, com o Publicom, se tenha um espaço para discutir a comunicação e a informação com qualidade”, disse Jatene.

Entre as parcerias firmadas para este ano, o Publicom conta com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). O presidente do Poder Legislativo, deputado estadual Márcio Miranda (DEM), ressaltou o papel do assessor de imprensa e a participação da entidade no evento. “É muito importante pra nós o Parlamento não só se fazer presente, mas também colaborar com esse tipo de iniciativa. Todos os 41 deputados contam com serviços de comunicação. Essa interação, hoje, é imprescindível em todas as áreas de atividade e na vida política, principalmente”, disse o parlamentar.

Trajetória - A primeira edição do Publicom foi realizada em 2013, em Belém, e contou com mais de 160 participantes. Em 2015, o evento aconteceu também fora da capital: em abril, em Xinguara (Sul do Pará), reuniu 110 participantes de 12 municípios; e em junho, aconteceu em Bragança (região Nordeste), com 110 participantes de 11 municípios.

Este ano, o Publicom volta a Belém, em um formato ainda maior. Esta edição foi aberta não só aos assessores de comunicação dos órgãos do Governo. A missão de reunir profissionais de comunicação, empresários, gestores públicos e estudantes da área superou as expectativas. As inscrições foram abertas no último dia 21 de abril e em apenas 10 horas, mais de 600 pessoas se inscreveram para participar das atividades previstas na programação.

O secretário de Comunicação do Estado, Daniel Nardin, enfatizou o caráter de interação do Publicom. “Esse encontro está sendo importante para que a gente possa conhecer melhor como está sendo feita a comunicação em todas as suas esferas, no Estado, no município, no poder legislativo, e discutir melhor como podemos levar informação de qualidade para o cidadão”, destacou Nardin.

Participação - Entre as mais de 800 pessoas presentes, pela manhã foi marcante a presença de gente do interior do Estado, como Maycon Santa Brígida, coordenador de comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Marituba, que trouxe ainda mais duas pessoas de sua equipe para participar do Publicom. “Essa é uma oportunidade ímpar para nós, que fazemos parte da comunicação como um todo do Estado do Pará, distinguirmos a realidade atual, os conflitos diários na política e sociedade dentro da nossa prática da comunicação”, disse o jornalista.

A possibilidade de ouvir as experiências de nomes consagrados e premiados da mídia nacional motivou os estudantes de comunicação presentes no Publicom. “Essa é uma iniciativa muito boa da Secretaria de Comunicação, trazendo jornalistas renomados pra conversar com a imprensa paraense e estudantes de jornalismo”, disse o estudante do sétimo semestre de uma universidade particular de Belém, Junior Cunha.

Para quem não conseguiu se inscrever, as palestras, mesas de debate, workshops e oficinas estão sendo transmitidas pelo site do evento: http://www.secom.pa.gov.br/publicom/.

Programação - Depois da abertura do evento, com Marcelo Canellas, foi a vez do publicitário Gustavo Nogueira interagir com o público com a palestra “As transformações na sociedade pós-digital”. Já no Palco 2, aconteceu o debate “Comunicação Institucional: diálogos entre o governo e a sociedade”, com Daniel Nardin (Secom), Ester Monteiro (diretora de conteúdo da Secom do Senado Federal), Samara Diniz (coordenadora de comunicação da Alepa) e Taís Souza (assessora de comunicação da Prefeitura de Paragominas).

À tarde, aconteceu ainda o workshop “O que faz uma Ascom”, com as jornalistas Sônia Ferro e Tati Dias. Às 17 horas, começa o debate “Os desafios das linguagens em tempos de novas mídias” e a partir das 19 horas, a palestra “O jornalista como mediador social – apuração em tempo de novas tecnologias”, com o jornalista da Rede Record, Vinícius Dônola.

O Publicom continua nesta terça-feira (3), a partir das 8h, com o workshop “Assessoria de Comunicação e Gerenciamento de Crises”, com o jornalista Ricardo Viveiros. Confira a programação completa no site do evento. Veja aqui.
Syanne Neno - Secretaria de Estado de Comunicação
Agência Pará de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário