sexta-feira, 3 de junho de 2016

Cerveró diz que Dilma sabia de propina de Pasadena para petistas

Em delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró afirmou que a presidente afastada Dilma Rousseff não só tinha conhecimento de todos os detalhes sobre a compra da refinaria de Pasadena, como também sabia que políticos do PT recebiam propina decorrente da operação. O relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki, tornou a delação pública ontem quinta-feira (02). Os depoimentos estavam guardados  em caráter sigiloso.

Os depoimentos de Cerveró ocorreram em novembro do ano passado. Além de Dilma, ele citou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), os senadores Jader Barbalho (PMDB-PA) e Fernando Collor (PTC-AL), o ex-senador Delcídio Amaral, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os deputados José Mentor (PT-SP) e Vander Loubet (PT-MS), o ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli, e ex-presidente do banco BTG Pactual André Esteves. (Agência O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário