quarta-feira, 1 de junho de 2016

XXIX Festival Internacional de Música do Pará fará homenagem aos 400 anos de Belém

A Fundação Carlos Gomes realiza a partir de domingo, 5, a edição de número 29 do Festival Internacional de Música do Pará, evento que faz parte do calendário cultural do Estado. Este ano, o Fimupa será realizado no período de 05 a 12 de junho em seis espaços culturais da capital, como o Theatro da Paz, que receberá as principais atrações musicais desta edição do festival, voltado para a música erudita e instrumental. Durante uma semana, o público poderá acompanhar, gratuitamente, uma extensa programação com mais de 40 concertos e shows com artistas vindos principalmente de Portugal, Holanda e Colômbia.

Como tem acontecido nos últimos anos, o Festival manterá seu viés pedagógico com a realização de uma série de oficinas musicais, cursos, palestras e masterclass. O destaque deste ano fica por conta da realização de uma oficina de Big Band e do segundo módulo do Projeto Orquestra, que culminará com a apresentação da Orquestra Sinfônica Carlos Gomes na abertura do festival. 

Para consolidar a educação musical, os estudantes inscritos nas oficinas terão aulas com professores de música, que são referência no país, como a flautista Lucia Becker Carpena, que além de ministrar oficinas fará o lançamento de uma publicação organizada por ela e que foi responsável pela pesquisa de repertório escrito para a Flauta Doce. O livro ‘Prata da Casa’ reúne 68 obras catalogadas, além de biografias de compositores desse instrumento, e terá lançamento no dia 11 de junho, às 19 horas, no Teatro Waldemar Henrique, dentro da programação do festival.

O objetivo desse trabalho didático, que garante a troca de experiência entre alunos e professores, é proporcionar aos estudantes do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) o aprimoramento musical e artístico por meio de performances em Orquestras Sinfônicas jovens e grupos camerísticos, além da convivência profissional com os músicos convidados em concertos e apresentações camerísticas.

Em 2016, o Festival fará uma homenagem aos 400 anos de Belém, a metrópole da Amazônia, reconhecida pelo patrimônio histórico e cultural, pelas manifestações religiosas e pela rica gastronomia. A programação repune diversas atrações musicais locais, nacionais e internacionais. Entre os convidados estão o bandolinista Hamilton de Holanda, os saxofonistas Léo Gandelman e Humberto Araújo, o maestro holandês Jacob Slagter, a cantora paulista Cida Moreira, o quinteto holandês Valerius Ensemble, o Quarteto Radamés Gnatalli e grandes cantoras e instrumentistas de Portugal.

Para comemorar os 400 anos de Belém, os músicos portugueses convidados para o Fimupa apresentarão, na Igreja de Santo Alexandre, três récitas da Ópera "A Rainha Louca", do compositor português Alexandre Delgado. A montagem terá a participação do Núcleo de Ópera do Instituto Carlos Gomes e de bailarinos paraenses.

Outra atração que deve chamar a atenção do público que for ao Theatro da Paz é o espetáculo PianOrquestra, grupo de música instrumental criado em 2003, no Rio de Janeiro, que tem direção musical do pianista Claudio Dauelsberg, compositor, arranjador e produtor musical. Formado por quatro pianistas, uma percussionista e um piano preparado, o grupo explora técnicas de preparação, expansão do piano e processamento eletrônico.

Além de instrumentistas de renome internacional e músicos brasileiros de alto nível técnico e artístico, o festival abre espaço para a cena musical paraense com apresentações de cantoras da nova geração, como Nathália Mattos, Juliana Sinimbu, Nanna Reis e Camila Honda, que farão a parte popular do festival juntamente com grandes nomes da música instrumental e ao lado de talentos já consagrados localmente, como Andrea Pinheiro, Alba Maria e Maria Lídia. 

À frente das apresentações tanto de canto popular quanto erudito o festival terá nomes como Arthur Nogueira, compositor e cantor paraense que teve músicas gravadas por Gal Costa e é apontado pela crítica como uma renovação na canção brasileira, e o tenor Guto Ó de Almeida.

O evento também proporciona a vinda de profissionais que trabalham com a parte técnica, como o afinador de pianos Marcelo Tienes, que vem a Belém pela segunda vez para fazer a afinação dos pianos que serão usados durante as apresentações artísticas. O ofício vem passando de geração a geração na família de Tienes, que aprendeu a técnica da afinação com o pai e com o avô. A habilidade fez dele uma referência nessa atividade, e foi por conta dela que lhe coube a tarefa de afinar o piano que Elton John tocou no show que fez no Brasil em 2014.

O Festival Internacional de Música do Pará é o evento de maior porte realizado pela FCG, por agregar um número considerável de ações, entre shows e recitais, masterclasses e cursos ao longo de uma semana. É uma ação anual que se realiza no primeiro semestre e que recebe apoio por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Em 2016, patrocinam o evento o Festival o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco do Estado do Pará (Banpará).

Serviço: XXIX Festival Internacional de Música do Pará. De 05 a 12 de junho, no Theatro da Paz, Teatro Waldemar Henrique, Teatro Margarida Schivasappa, Igreja de Santo Alexandre, Sala Ettore Bosio (IECG) e Palafita Bar.
Por Rosa Cardoso - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário