quarta-feira, 6 de julho de 2016

Papão faz jogo decisivo diante do Operário logo mais na Curuzu

Precisando vencer por dois gols ou mais de diferença para seguir na Copa do Brasil, o Paysandu enfrenta hoje o Operário-PR na Curuzu, às 19h30, no jogo de volta da 2ª fase da competição. A promessa é de um time mais ofensivo que o apresentado na Série B até o momento. Os bicolores esperam colocar pressão no Fantasma, que no jogo em Ponta Grossa (PR) venceu o Papão por 1 a 0, para reverter a situação. Ontem, o Papão fez o último treino antes da partida, liberando apenas 10 minutos para a imprensa. Alguns jogadores, mesmo não podendo participar da partida, apareceram no treinamento. Edson Ratinho, Alexandro, João Lucas, este, recuperado de uma lesão, e Jhonnatan, vice-artilheiro do time na Série B, e Crystian, estavam no aquecimento. 

O técnico bicolor, Gilmar Dal Pozzo, pode usar outras peças importantes e consideradas de qualidade no Paysandu. Uma das opções pode ser Domingues. A posição dele original é a de zagueiro, mas o jogador assumiu a função de lateral-direito na partida contra o Sampaio Corrêa e se saiu bem. Outra opção pode ser Roniery, que está liberado para a partida. Celsinho pode atuar como volante no lugar de Jhonnatan.

Apesar das suposições, Gilmar Dal Pozzo esconde a escalação. Gilmar disse que prefere não divulgar quem vai jogar para não dar informações preciosas do time para o adversário. “Eu tenho uma estratégia montada, mas sabendo da importância do jogo, eu não vou revelar a equipe. 

Porque o Operário está na cidade desde domingo, o Gerson, que é o técnico, já trabalhou na minha comissão técnica do Novo Hamburgo, conhece a forma como trabalho, então, não vou revelar a equipe. Mas, com certeza, vai ser um modelo diferente da que a gente vinha montando e, por conta disso, a gente preserva para surpreender o adversário. O importante é que o nosso time sabe das responsabilidades dessa decisão. 

O Operário vem com a vantagem, tem uma equipe boa, de qualidade, que eliminou na fase anterior o Criciúma. Temos que reverter um resultado bastante complicado, mas nós temos 90 minutos para fazer um jogo seguro e equilibrado”, afirma o técnico bicolor. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário