segunda-feira, 25 de julho de 2016

Rodovias estaduais tiveram seis mortes só no último sábado

A falta de iluminação nas duas pistas da BR-316 é o principal problema no retorno dos belenenses que se deslocaram ao interior no quarto final de semana das férias escolares. O tráfego na rodovia foi intenso, mas tranquilo até por volta das 20 horas. Ao longo do dia, até o final da tarde, houve somente acidentes com danos materiais. Policiais rodoviários federais tiveram muito trabalho para fazer fluir o tráfego de veículos na BR-316, principalmente no perímetro entre os quilômetros 13 ao 21, abrangendo os municípios de Benevides e Marituba. Nesse trecho houve congestionamento por causa das lombadas eletrônicas. 

Em Marituba, o trânsito no cruzamento da BR-316 com a Estrada da Pirelli e rua da Cerâmica foi coordenado por homens da PRF. Foram destinados 10 minutos para a passagem de carros e 5 para que pedestres e ciclistas atravessassem a pista.

O local é um dos pontos crônicos de falta de iluminação, o que provoca principalmente atropelamentos. Mal dá para os motoristas observarem pedestres e ciclistas transitando no acostamento. Atravessar as duas pistas exige atenção redobrada de pedestres e ciclistas e também dos condutores de veículos.

“Essa fiscalização da PRF aqui na faixa da BR-316 com a Estrada da Cerâmica é só durante o mês das férias. Depois, nos outros meses, a gente tem que enfrentar os carros na pista”, declarou a empregada doméstica Carla de Oliveira, 33 anos. 
Por volta das 18 horas, um carro Fiesta prata, com placa de Belém, saiu da altura do Posto Belo Horizonte, na BR-316, e atravessou a pista em direção ao retorno. O carro foi atingido por um veículo. 

Um motoqueiro foi atrás do carro e foi atingido pelo veículo. Mas conseguiu pegar as chaves. O motorista e mais uma criança e dois adultos deixaram o carro e se evadiram do local. A PRF conferiu que o carro estava com licenciamento em atraso e encontrou garrafas de cerveja no interior do veículo.

Acidentes nas rodovias do Estado registraram seis mortes no sábado
Seis pessoas morreram e pelos menos cinco ficaram feridas em acidentes nas rodovias estaduais e federais do Pará, no sábado. A maioria dos fatos ocorreu na madrugada, em trechos bem sinalizados, mas sem iluminação. As polícias rodoviárias Estadual (PRE) e Federal (PRF) reforçam que trechos mal iluminados ou com falhas na pista exigem prudência e baixa velocidade.

No final da noite de sexta-feira, 22, o ciclista Francisco Flávio Freitas foi atropelado por um carro Fiat Doblô (placa JVP-4807), no quilômetro 34 da rodovia PA-136, município de Terra Alta. O trecho não tem acostamento e nem iluminação. Francisco trafegava pelo curto espaço do meio-fio e foi atingido por trás. 

O condutor do carro que atropelou Francisco, Wilder Atalibio Lima de Moura, não fugiu do local e foi encaminhado à delegacia para depor. As marcas na pista mostram que ele tentou frear, mas não houve tempo ou estava com velocidade muito alta. Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil e o motorista responderá, a princípio, por homicídio de trânsito culposo (sem intenção de matar).

Em Nova Timboteua, na PA-324, três pessoas morreram e duas ficaram feridas numa colisão entre dois veículos. Um dos veículos ficou descontrolado ao fazer uma ultrapassagem indevida numa curva. A força da batida destruiu os carros e deixou alguns dos passageiros presos. O Corpo de Bombeiros Militares ajudou no resgate dos feridos para encaminhá-los ao hospital da região. Os corpos dos mortos foram levados ao Instituto Médico Legal de Castanhal e já foram liberados.

Próximo a Santa Maria do Pará, no quilômetro 92 da BR-316, dois carros colidiram frontalmente, resultando na morte de duas pessoas, aproximadamente às 7h30 de sábado, como informou a PRF. Joan Sousa, que estava de moto e testemunhou o acidente, relatou que o veículo da marca Fiat Strada preto parecia descontrolado durante uma ultrapassagem e quase o atingiu. No outro veículo atingido, um Honda City prateado, havia um casal de idosos. A mulher morreu na hora. O marido dela e os ocupantes do Strada foram levados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Castanhal, mas um dos ocupantes do Strada não resistiu.

Ainda na BR-316, um motociclista ficou ferido, em Marituba, após colidir com um carro. Não houve gravidade e ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Na mesma via, em Benevides, dois micro-ônibus e um carro particular colidiram. Algumas pessoas tiveram ferimentos superficiais ou pequenas luxações e foram atendidas no local. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário