quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Adepará faz pré-lançamento de campanha de vacinação

O governo do Estado fará nesta sexta-feira o pré-lançamento da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa – Etapa Marajó. O evento será realizado por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) no município de Cachoeira do Arari, dentro da programação do Marajó Búfalo$, que reúne o setor produtivo do Arquipélago do Marajó, público-alvo desta fase.O pré-lançamento tem como objetivo reforçar a parceria da Adepará com os produtores rurais, cuja participação é de fundamental importância para uma efetiva vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos. 
A Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa começa no dia 15 de agosto e segue até o dia 30 de setembro. O produtor rural é o responsável pela vacinação de seu rebanho, devendo adquirir a vacina, dentro do prazo regulamentar da etapa, em uma revenda cadastrada pela Adepará e, tendo até o dia 15 de outubro para ir ao escritório da Agência para comprovar a vacina.

Rebanho – A meta da Adepará é imunizar 588.747 animais em 2.052 propriedades rurais. No Marajó, a vacinação será realizada nos municípios de Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, Santa Cruz, São Sebastião, Soure, Afuá, Breves e Melgaço. Atualmente, o arquipélago concentra cerca de 350 mil búfalos.

O Marajó possui áreas classificadas como livre e não livre de febre aftosa. Entre os municípios considerados livres de febre aftosa com vacinação estão Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, parte de Chaves, Curralinho, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista e Soure. Os não livres de febre aftosa são Afuá, Breves, Melgaço e parte de Chaves.

Economia e geração de renda – Manter o rebanho paraense livre da febre aftosa é de fundamental importância para a economia do Pará, já que um melhor status valoriza a qualidade do produto, aumentando a possibilidade de abertura de novos mercados, gerando mais emprego e renda para a população.

Segundo a médica veterinária Ingrid Toda, do Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa da Adepará, manter e ampliar a área livre de febre aftosa com vacinação são as metas da Agência e, como forma de garantir o acesso à vacina a Adepará fará a vacinação com agulha oficial em propriedades com até 20 cabeças, doando 11 mil doses. 

Os produtores que possuem até 20 cabeças podem procurar a unidade da Adepará do município para verificar o agendamento da vacinação. “Na etapa de vacinação da campanha de 2015, alcançamos uma cobertura vacinal superior a 98%. Nesta etapa, esperamos manter ou superar este índice. Para isso, a parceria com o produtor é fundamental!", diz Ingrid Toda.
Por Camila Moreira - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário