terça-feira, 30 de agosto de 2016

Remo perde para o ABC em Natal, mas segue no G4 da Série C

Após um primeiro tempo 'morno', o Remo não conseguiu segurar o ímpeto do ABC e foi derrotado por 2 a 0 dentro do Frasqueirão, na noite de ontem segunda-feira (29), em Natal (RN). A partida foi válida pela 15ª rodada da Série C do campeonato brasileiro. Os gols do jogo aconteceram no segundo tempo, ambos e jogada de falhas do sistema defensivo azulino. No primeiro, o paraguaio Echeverria recebeu o lançamento de Jones Carioca entre os zagueiros do Remo, avançou sem companhia e bateu na saída de Fernando Henrique. Dez minutos depois, foi a vez de Jones Carioca ser lançado na área. O goleiro do Remo ainda rebateu o primeiro chute do atacante do Elefante, mas bola voltou em Jones, que mandou para a rede.
A derrota tirou o Leão da liderança do grupo para a quarta colocação com 23 pontos. O ABC, por sua vez, conseguiu deixar a quinta posição para ficar na ponta do grupo, com os mesmos 25 pontos do Fortaleza, mas com um saldo de gols maior. Diante do equilíbrio do grupo nesta reta final, o Leão jogará outra decisão em Belém. O adversário será o Salgueiro, às 18h30 desse domingo (4), no Mangueirão, em Belém. O ABC tentará manter-se na liderança enfrentando o River (PI), às 19h15 da outra segunda-feira (5), no Almeidão, em Teresina (PI).

1º tempo: muito estudo e pouca ofensividade

A experiência dos dois técnicos pareciam estar em campo. ABC e Remo começaram o duelo mostrando grande respeito. À medida que o tempo passava, a marcação aumentava o ritmo e os goleiros ficavam observando a partida.

O primeiro que conseguiu sujar o uniforme foi Fernando Henrique. O camisa 1 do Leão saltou e mostrou elasticidade para afastar uma pancada de Lúcio Flávio, da intermediária. O chute do camisa 10 do Elefante da Frasqueira aconteceu aos 21 minutos.

Do outro lado, o Remo tentava lançamentos longos e cruzamentos como o de Eduardo Ramos, aos 24. O camisa 10 chegou à linha de fundo e colocou na área para a chegada de Edno, mas Cleiton se antecipou ao atacante remista e mandou pela linha de fundo.
Aos 29, foi a vez do ABC voltar a assustar, mas o susto mesmo foi por conta da saída de Fernando Henrique. 

O goleiro do Remo tentou afastar um cruzamento e FH acabou, ao invés de segurar a redonda, socando-a nas costas do zagueiro Ítalo. Henrique afastou o perigo.
O ABC ainda voltou a se fazer presente no ataque com perigo aos 34, quando Anderson Pedra cabeceou o escanteio de Lúcio Flávio muito perto do ângulo esquerdo de Fernando Henrique. Quatro minutos depois, outro cruzamento de Lúcio Flávio terminou com finalização próximo à meta azulina. Dessa vez, a cabeçada foi de Nando.

2º tempo: gols do ABC e defesas de Fernando Henrique

Na volta do intervalo os primeiros lances da etapa complementar mostravam que o jogo seguiria o mesmo ritmo dos 45 minutos iniciais de jogo. Ledo engano! Aos 15 minutos, o Remo encaixou um contra-ataque com Marcinho, que lançou Fernandinho na área potiguar. O camisa 20 limpou a marcação e bateu colocado para a grande defesa de Edson.

Os donos da casa saíram para a resposta aos 22 minutos, quando Nando recebeu o lançamento na frente da área e esticou a bola para Jones Carioca, dentro da área. Ciro Sena cortou pela linha de fundo. No entanto, aos 31 minutos, um lançamento de Jones Carioca passou por Ciro Sena e Ítalo e ficou 'na boa' para o paraguaio Echeverria entrar na área azulina e bater na saída de Fernando Henrique para abrir o placar.

O Elefante da Frasqueira se agiigantou na partida e passou a dominar ainda mais as ações em campo. Aos 39, Caio Mancha aproveitou uma sobra da zaga do Leão e chutou forte para uma linda intervenção de Fernando Henrique. Já aos 41, Jones Carioca recebeu outro lançamento contando com a desatenção da defensiva do Leão e fez Fernando Henrique fazer outra defesa importante, mas a bola acabou voltando para o atacante do ABC, que, sozinho e sem goleiro à frente, mandou para a rede.

Enquanto a torcida potiguar incendiava o Frasqueirão nas arquibancadas, o time de Geninho seguia no ataque. Aos 43, Marrone cruzou a bola na área para Caio Mancha chutar e acompanhar um milagre do goleiro remista. Na cobrança do escanteio, Alex Ruan colocou a bola na cabeça de Mancha e Fernando Henrique venceu o duelo novamente, com outra defesa.

Já aos 46 minutos, Michel Schmoller cobrou falta da intermediária na cabeça de Edno, que mandou para o chão, conforme a cartilha do atacante, de dentro da pequena área, e acompanhou Edson Lisboa salvar o ABC.

Ficha técnica (ABC 2 x 0 Remo)

ABC - Edson Lisboa; Filipi Sousa (Marrone), Cleiton, Tiago Sala (Caio Mancha) e Alex Ruan; Anderson Pedra, Guedes, Erivélton (Echeverría) e Lúcio Flávio; Nando e Jones Carioca. Técnico: Geninho

Remo - Fernando Henrique; Levy, Henrique (Ciro Sena), Ítalo e Jussandro (Tsunami); Yuri, Michel Schmöller, Marcinho e Eduardo Ramos (Ciro); Fernandinho e Edno. Técnico: Waldemar Lemos

Gols: Echeverria 31'/2ºT e Jones Carioca 41'/2ºT (ABC)
Cartões amarelos: Alex Ruan (ABC); Fernando Henrique, Jussandro, Eduardo Ramos e Fernandinho (Remo)
Local: Frasqueirão (Natal/RN)
Data: 29/08/16
Hora: 19h15
Árbitro: Rudimar Goltara - ES (CBF-2)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires - ES (ESP) e Carlos Eduardo do Rosário Depizzol - ES (CBF-2)
Público: 5.997 (5.441 pag. e 556 cred.)
Renda: R$ 77.721,00
(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário