segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Santarém se prepara para receber IX Salão do Livro, em setembro

Os preparativos para o IX Salão do Livro da Região do Baixo Amazonas, entre os dias 2 e 11 de setembro, na cidade de Santarém, estão a todo vapor. Em sua nona edição, a previsão é a de que este ano, o evento receba um público de cerca de 120 mil pessoas e alcance um total de 100 mil títulos comercializados. A abertura oficial está marcada para o dia 2, às 19h, com a apresentação da Banda Filarmônica de Santarém, no Parque da Cidade Espaço Pérola Tapajós.

O Salão, realizado pelo Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Prefeitura Municipal de Santarém, vai levar para a região do Baixo Amazonas a programação da XX Feira Pan Amazônica do Livro, realizada no primeiro semestre deste ano, no Hangar. Assim como na capital, o Salão vai homenagear a escritora paraense Amarílis Tupiassú, enquanto que a nação reverenciada será a “Terra: o país de todos”.

“Ao longo de diversas edições, tivemos vários países homenageados como Portugal, Argentina, Peru e Itália, entre outros. Este ano, escolhemos homenagear o país de todos nós, a Terra, onde procuramos focar os principais temas nessa direção, no sentido de termos uma convivência pacífica e harmoniosa em todo o planeta, respeitando-se as diferenças e, particularmente, o meio ambiente”, explica o secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves.

Como já virou tradição, o Parque da Cidade Espaço Pérola Tapajós, está sendo todo preparado para receber o evento. Com uma área total de 3.600 metros quadrados, o local abrigará 40 estandes, sendo 25 do Pará e 15 de outros estados, com 220 editoras representadas, com mais 30 mil títulos expostos e uma expectativa em torno da geração de empregos diretos e indiretos de 300 postos.  

Na programação cultural, estão: contações de histórias; palestras; gincana educativa; círculos de debates; mesas redondas; seminários com destaque para o da escritora homenageada “Amarílis Tupiassú, uma leitora inquieta”; Papo Cabeça, shows musicais; mostra de cinema; oficinas; apresentações teatrais; atividades lúdicas e exposições, entre outros.

Nesta edição, o Encontro Literário Paraense vai receber, sempre às 19h30, no Palco Principal, os escritores convidados: Antônio Juraci Siquera e Neucivaldo Moreira (5/09); Alfredo Garcia e Edite Carvalho (6/09); Rosângela Darwich e Eduardo Dias (7/09); Amarílis Tupiassú, João Carlos Pereira, Terezinha Amorim e Annieli Valério (8/09).

No dia 9, o Encontro Literário será com o escritor cubano Carlos Moore, que estará pela primeira vez em Santarém. No primeiro semestre, ele esteve em Belém, participando do XX Feira Pan-Amazônica do Livro. Na ocasião, falou para o público sobre dois de seus livros: “Pichón” (2008) e “Racismo e Sociedade” (2007/2012). “Meu discurso é sobre todo o percurso de um negro em uma sociedade. É muito pertinente porque o que falo de Cuba, se vê também no Brasil, já que são países latino-americanos”, afirmou Moore.

Escritor, pesquisador e cientista social dedicado ao registro da história e da cultura negra, Carlos Moore é uma referência internacional no debate e na luta contra o racismo em escala mundial. Exilado no Brasil há mais de 15 anos, o intelectual possui um papel de destaque na divulgação das ideias panafricanistas e da emancipação negra. Mora em salvador (BA) desde 1998, escreve sobre suas memórias e pesquisa sobre a cultura latino-americana.

O Secretário de Cultura de Santarém, Raimundo Nonato Aguiar, explica que assim como nos anos anteriores, os autores locais terão importante participação nessa edição. “Nossos escritores estão sempre muito animados em participar da Feira, que é um dos eventos culturais mais esperados pelos moradores do município”, diz.

Credlivro - Os docentes da rede pública estadual que atuam na região oeste do Estado têm um motivo a mais para participar do IX Salão do Livro do Baixo Amazonas. O evento, que integra a programação da XX Feira Pan-Amazônica do Livro, abrirá espaço para utilização do Credlivro, bônus concedido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) aos professores para que possam adquirir livros durante o evento. 

São 200 reais para professores do ensino médio e fundamental e 300 reais aos professores da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Serão disponibilizados R$ 400 mil para mais de dois mil servidores da Seduc no Baixo Amazonas.

O Credlivro é coordenado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Siebe). Ao conceder o bônus, o Governo do Estado busca viabilizar o acesso dos docentes da rede estadual de ensino a livros e outras publicações.

Serviço: IX Salão do Livro da Região do Baixo Amazonas, de 2 a 11 de setembro. Local: Parque da cidade Espaço Pérola Tapajós. Horários de funcionamento: de 9h às 22h.
Por Alexandra Cavalcanti - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário