quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Balança comercial do Pará teve saldo positivo de US$ 4,7 bilhões até julho

Dados analisados pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), em parceria com o Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), mostram que o saldo da balança comercial paraense, para o acumulado do ano até julho, foi de US$ 4,7 bilhões, destacando-se entre os Estados pesquisados ao contribuir para o resultado positivo nacional de US$ 28,2 bilhões. A análise consta no Informe Técnico do Comércio Exterior Paraense referente ao mês de julho deste ano.

O saldo comercial positivo fez com que o Pará ficasse entre as principais unidades federativas geradoras de divisas para o país, ocupando assim o quarto lugar na balança brasileira. De acordo com o informe, o Estado ficou atrás apenas do Mato Grosso (US$ 8,5 bilhões), Minas Gerais (US$ 7,9 bilhões) e Rio Grande do Sul (US$ 5,1 bilhões).

Sobre os destinos das exportações paraenses, a Ásia é o principal parceiro em valor exportado do Pará, totalizando 50,25% nos sete primeiros meses deste ano, o que contabilizou cerca de US$ 2,7 bilhões no período. A União Europeia foi o segundo maior comprador do Estado, sendo responsável por 25,03% do valor exportado no acumulado de janeiro a julho, ou US$ 1,3 bilhão; houve, no entanto, retração de 20,31% no período em análise.

China, Japão, Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Noruega e Malásia registraram mais de 60% do valor exportado pelo Estado nos sete primeiros meses do ano. A economia chinesa é demandante habitual de produtos do Pará. Na contramão de outros períodos de seguidas reduções do valor exportado do principal produto, o minério de ferro, houve incremento de 17,55% no período de janeiro a julho deste ano. O informe técnico do Comércio Exterior Paraense de julho pode ser acessado, na íntegra, aqui.
Por Helen Barata - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário