sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Dia D de multivacinação tem mais de mil postos no Pará

Secretarias de saúde dos 144 municípios paraenses estão orientadas pelo Ministério da Saúde para executarem, durante todo sábado (24), o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, destinada à atualização do esquema vacinal de menores de 5 anos, crianças de 9 anos e adolescentes de 10 a 15 anos incompletos. Além das salas fixas nas unidades de saúde, o “Dia D” tem como diferencial a oferta das doses em postos volantes, como shoppings, escolas, praças e outros locais públicos. Em Belém, a mobilização pela data será na Unidade de Saúde do Tenoné, a partir das 9h, mas as vacinas estarão disponíveis em todos os postos.

A estratégia do Dia D é para alcançar um maior público que não tem disponibilidade entre segunda e sexta-feira. Assim, o objetivo é mobilizar os pais ou responsáveis a levarem os filhos para atualizar o Cartão de Vacinação. Por meio dessa ação do Ministério da Saúde desenvolvida em conjunto com Estados e municípios, estão sendo atualizadas 14 vacinas nesses públicos.

A coordenadora estadual de Imunização, Jaíra Ataíde, explica que a ação servirá para reduzir o número de não vacinados e aumentar a cobertura vacinal nas crianças e adolescentes. Para a campanha não haverá meta a ser alcançada, visto que a vacinação é seletiva, de forma que a caderneta de saúde seja avaliada e o esquema vacinal seja atualizado de acordo com a situação encontrada.

Adolescentes – O Pará recebeu 1,1 milhão de doses extras para a campanha, enviadas pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. Coube à Sespa distribuí-las aos 144 municípios paraenses que, de fato, executam a campanha por meio das secretarias municipais de saúde. As unidades básicas são os principais locais de referência para aplicação de doses.

De forma específica, a campanha de multivacinação quer resgatar vacinas em atraso nos menores de 5 anos de idade; vacinar adolescentes com a vacina triviral, que previne sarampo, caxumba e rubéola; vacinar meninas com idade entre 9 e 13 anos com a vacina HPV; imunizar adolescentes de 14 anos, com a garantia de fazer a segunda dose da vacina HPV D2 antes dos 15 anos, e implantar a vacina oral da pólio bivalente (soro tipo 1,3) na rotina, com primeiro reforço aos 15 meses e o segundo reforço aos 4 anos de idade.
A decisão da campanha em incluir adolescentes representa um desafio aos envolvidos, visto que esse público ainda é o que apresenta a maior resistência a se vacinar. 

Estarão envolvidos na mobilização no Pará 6,8 mil trabalhadores, entre profissionais de saúde e da área técnico-administrativa, além de 450 carros, 32 barcos, 16 voadeiras e 29 motocicletas. No território paraense serão 1,1 mil postos, dos quais 810 fixos, como as unidades de saúde, e 290 volantes, dos quais 62 fluviais, que estarão disponíveis para aplicação das vacinas exclusivamente no Dia D de Mobilização Nacional.

Serviço- Em Belém, a mobilização do Dia D ocorre a partir das 9h de sábado (24), na Unidade de Saúde do Tenoné (Rua 6, s/n, entre travessas WE-4 e WE-5). (Ascom - Sespa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário