sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Distribuição de urnas no Pará começou nesta sexta-feira

Uma das etapas mais trabalhosas da preparação para as eleições é, sem dúvida, a distribuição das urnas eletrônicas no local de votação. No Estado do Pará, devido às distâncias geográficas e dificuldades de acesso a algumas localidades, o planejamento para essa etapa começou com pelo menos seis meses de antecedência. Os primeiros equipamentos, aqueles que vão para as regiões mais distantes, como Santarém e Breves, começaram a ser distribuídos a partir das 8 horas de hoje (30). 

Ontem, essas urnas foram colocadas em caminhões lacrados estacionados no pátio do depósito de urnas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará, onde ficam até seguir viagem. A previsão é que esses primeiros equipamentos cheguem ao destino na noite de hoje ou amanhã de manhã.

"Elas ficam armazenadas. Em cada um desses locais, o TRE já contatou o responsável pelo local de votação, que deve assinar o protocolo de recebimento. Em regra, elas ficam trancadas na diretoria da escola, até o dia da eleição, quando vão para as salas. É uma segurança garantida pela própria escola", explica Alcides Pamplona, chefe da Seção de Logística de Urnas. 

A maioria das urnas, porém, será distribuída amanhã e o embarque nos caminhões ocorrerá ao longo do dia de hoje, com o mesmo procedimento de segurança garantido aos equipamentos que foram levados primeiro aos locais de votação.

No dia da eleição, haverá a distribuição do restante das urnas - nos locais próximos onde não há como garantir a segurança previamente, entre eles a Região das Ilhas de Belém. "Essas urnas que atendem essa região saem na madrugada de domingo. Em localidades próximas na cidade mesmo são entregues vias terrestres e nas ilhas saem de barco. Começam a sair a partir das 4 horas (de domingo)".

Alcides diz que, em todo o Estado, serão utilizadas 20 mil urnas, sendo 17 mil de seção e 3 mil de contingência (usadas para substituir, em caso de defeito irrecuperável, aquela que estava em funcionamento na seção eleitoral). Somente os municípios de Belém, Ananindeua e Marituba contarão com o total de quatro mil urnas, sendo 521 de contingência.
"A expectativa é que não haja nenhum imprevisto (na distribuição das urnas). Até aqui está tudo correndo como previsto", disse Alcides.

Consciência
O Ministério Público Federal (MPF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) promoveram, ontem à tarde, um "tuitaço" para estimular o voto consciente nas eleições municipais. O objetivo da mobilização foi levar ao eleitor informações de utilidade pública sobre o pleito, mensagens de cidadania, canais de denúncias de crimes eleitorais, além de disseminar a ideia de voto consciente para a escolha de prefeitos e vereadores. As informações foram divulgadas no site da Procuradoria-Geral da República. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário