quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Paraenses estreiam hoje nos Jogos Paralímpicos

O Brasil inicia hoje a briga por medalhas nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, quando tentará cumprir o objetivo de ficar no top 5 do quadro de medalhas.  Logo no primeiro dia, o Brasil terá competidores em sete modalidades (atletismo, basquete em cadeira de rodas, goalball, natação, judô, tênis de mesa e futebol de 7). O dia de hoje já pode render medalhas ao país na natação, no atletismo e no judô.  E, logo no primeiro dia de competições, entrará em cena o paraense Alan Fonteles, ouro nos 200m em Londres-2012. O velocista disputará a classificatória da prova de 100m rasos masculino T44, a partir das 17h45, no Engenhão. Nos Jogos, além dos 100m, ele disputará também os 200m, 400m e revezamento 4x100m.

Quem também estreia hoje é a seleção brasileira de basquete em cadeira de rodas, que conta com cinco paraenses no time: Andreia Farias, Lia Martins, Lucicleia da Costa, Vileide Brito e Perla dos Santos Assunção. Elas vão enfrentar as argentinas, às 12h15, na Arena Carioca 1. O Brasil, que nunca conquistou uma medalha paralímpica na modalidade, levou bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015 e de Guadalajara 2011. 

Na natação, a grande estreia do dia é do multimedalhista Daniel Dias (S5). O mais vitorioso dos nadadores brasileiros enfrenta os 200m livre. Esta é a primeira das nove provas que Daniel vai disputar nesses Jogos. Entre as mulheres, Joana Neves, a Joaninha, cai na piscina para os 200m livre S5 e é uma das esperanças de medalha do dia.

Às 10h, o Brasil pode comemorar a primeira medalha nos Jogos, com Odair Santos, do atletismo, na final dos 5000m T11 (cego total). Ainda na pista do Engenhão, Terezinha Guilhermina também entra em ação nas classificatórias dos 100m T11 feminino.
Os judocas também podem encerrar o dia com um pódio nas categorias até 48kg feminino, com Karla Cardoso; até 52kg feminino, com Michelle Ferreira; até 60kg masculino, com Rayfran Mesquita; e até 66kg masculino, com Halyson Bôto.
Além das chances de subir ao pódio, o Brasil também faz a estreia no tênis de mesa e em esportes coletivos. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário