quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Paysandu vence o Bahia e se afasta da zona de rebaixamento

O Paysandu não deu sopa para o azar e garantiu os três pontos na noite de ontem terça-feira (13), no Mangueirão em Belém.  O time bicolor derrotou o Bahia pelo placar de 2 a 1 e se afastou um pouco da zona de rebaixamento da Série B do Brasileirão. Com um gol em cada tempo, o Paysandu conseguiu suportar a pressão do time baiano no final e pôde enfim comemorar uma vitória, após quatro jogos sem vencer na competição nacional.

O Paysandu não deu sopa para o azar e garantiu os três pontos na noite desta terça-feira (13), no Mangueirão em Belém.  O time bicolor derrotou o Bahia pelo placar de 2 a 1 e se afastou um pouco da zona de rebaixamento da Série B do Brasileirão. Com um gol em cada tempo, o Paysandu conseguiu suportar a pressão do time baiano no final e pôde enfim comemorar uma vitória, após quatro jogos sem vencer na competição nacional.

Primeiro tempo todo do Bahia, mas quem marcou foi o Paysandu – A equipe do Paysandu entrou em campo pressionada e com a obrigação de vencer o Bahia, para não entrar na zona de rebaixamento da Série B 2016. Comandada pelo técnico Dado Cavalcanti, que também estava pressionado no cargo, o Paysandu foi ao ataque logo no início da partida. Primeiro com Lucas, que recebeu passe dentro da área mas não conseguiu concluir. Mas depois de escanteio cobrado na área não teve jeito. Leandro Cearense subiu alto e testou bonito, a bola ainda tocou na trave antes de morrer no gol do goleiro Muriel. Paysandu 1 a 0, aos oito minutos da primeira etapa.

O Bahia não sentiu o gol e foi para cima do Paysandu, mas não tinha muita objetividade e abusava do chuveirinho na área bicolor, além de alguns chutes de longa distância. Mas no decorrer do jogo, o time Tricolor foi ganhando espaço no meio de campo e tomou conta da partida. O Paysandu por sua vez quase não foi ao ataque, dando chances e mais chances do Bahia empatar a partida, mas Emerson por duas vezes e a má pontaria de Edigar Junio, deixaram o placar do primeiro tempo inalterado.

Segundo tempo de gols e pressão baiana no final – A segunda etapa iniciou com o Paysandu fazendo mudança. O técnico Dado Cavalcanti colocou o volante Ricardo Capanema no posto de Ilaílson ainda no intervalo. Assim como no primeiro tempo o Papão tratou logo de marcar nos primeiros minutos. Logo no início, aos sete minutos, Tiago Luís pegou o rebote da zaga do Bahia após escanteio e chutou forte, o goleiro Muriel não segurou e a bola morreu no fundo do gol baiano. Papão 2 a 0.

Com dois gols atrás no placar, o Bahia tratou de tentar mudar a partida e se lançou definitivamente ao ataque. A equipe baiana teve a primeira chance com Hernane, que cabeceou bonito mas o goleiro Emerson fez grande defesa. A outra foi com Renato Cajá, que entrou na área e chutou por cima do gol bicolor. O Paysandu explorava os contra-ataques, mas esbarrava nas finalizações, primeiro com Leandro Cearense, depois com Tiago Luís, que receberam na grande área mas desperdiçaram boas chances de ampliar o marcador. 

O técnico Guto ferreira promoveu algumas mexidas no time baiano e a equipe se tornou muito ofensiva. Em um cruzamento do lado direito na área do Paysandu, o zagueiro Fernando Lombardi derrubou Hernane,  e o árbitro Héber Roberto Lopes marcou pênalti para o Bahia. O próprio Hernane foi para a cobrança e diminuiu para o Tricolor no Mangueirão, 2 a 1, aos 28 minutos do segundo tempo.

A marcação do gol deixou o Bahia mais leve e mais perigoso no ataque. Hernane, Alleno e Renato Cajá tiveram boas chances de empatar a partida no Mangueirão, mas erraram as conclusões.  Regis também teve a chance de empatar após cruzamento na área, mas a cabeçada do jogador passou raspando o poste direito do goleiro Emerson.  Fim de jogo no Mangueirão, Paysandu 2 a 1.

Com a vitória diante dos baianos o Paysandu se afastou um pouco da zona de rebaixamento da Série B e ocupa neste momento a 14ª posição com 32 pontos conquistados, cinco à frente do primeiro time do Z-4 (Bragantino-SP). Agora  próximo compromisso bicolor na competição será neste sábado (17), às 16h30, contra o Náutico (PE), em Recife. 

Ficha técnica de Paysandu 2 x 1 Bahia - Série B 2016

Paysandu:  Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas; Augusto Recife, Ilaílson (Ricardo Capanema), Lucas e Tiago Luís (Celsinho), Maílson (Jhonnatan) e Leandro cearense. – Técnico: Dado Cavalcanti.

Bahia: Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Juninho; João Paulo Gomes (Tinga), Allano (Victor Rangel), Luiz Antônio (Regis) e Renato Cajá; Edigar Junio e Hernane. – Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Leandro Cearense- Paysandu  (8’/1T); Tiago Luís- Paysandu (7’/2T) e Hernane- Bahia (28’/2T)
Cartões amarelos:
Paysandu: Roniery; Augusto Recife, Lucas e Maílson.
Bahia: Eduardo.
Local: Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão – Belém/PA
Data: 13/09/2016
Hora: 19h15
Árbitro: Héber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Nadine Camara Bastos (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Renda: R$ 84.045,00
Pag. 7.198 (3.105 sócio-torcedores) e cred: 1.438. Total: 8.636 torcedores. 

(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário